• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2018.tde-20181127-160100
Documento
Autor
Nome completo
Giampaolo Queiroz Pellegrino
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 1995
Orientador
Título em português
Análise espaço-temporal de dados hidrológicos da bacia do rio Piracicaba
Palavras-chave em português
ANÁLISE ESPAÇO-TEMPORAL
BACIA DO RIO PIRACICABA
HIDROLOGIA
Resumo em português
Diante da importância econômica da bacia do rio Piracicaba e da possibilidade de ocorrência de problemas no fornecimento de água para a região, tomou-se por objetivo conhecer o comportamento espacial e a evolução temporal dos dados hidrológicos de suas sub-bacias, através do mapeamento e da análise de tendências da precipitação, da vazão e da evapotranspiração. Utilizou-se para isso, 33 postos pluviométricos e 5 fluviométricos do Departamento de Águas e Energia Elétrica do Estado de São Paulo (DAEE-SP). A espacialização dos dados de precipitação anual, trimestral seca e trimestral úmida, foi feita através da interpolação pelo método do inverso do quadrado da distância, com o auxílio do SGI-IDRISI. Pôde se detectar o padrão normal anual e a influência diferenciada das frentes polares sobre o padrão espacial dos períodos secos e úmidos. Para os anos extremamente úmidos, como os anos de 76 e 83, destacou-se a importância do período normalmente seco na precipitação anual total. A presença de tendências nas séries de lâmina média anual de precipitação, vazão e evapotranspiração, por sub-bacia, foi analisada através dos testes não paramétricos de Mann-Kendall e de Pettitt. Observou-se tendência significativa de aumento da precipitação e da evapotranspiração anuais, em praticamente todas as sub-bacias. Apesar do aumento da precipitação, as séries de vazão reconstituída líquida anual não apresentaram nenhuma tendência. As séries de vazão medida apresentaram tendência significativa, mostrando a influência da operação das barragens. A análise dos dados trimestrais mostra tendência positiva somente para a precipitação do período seco, sugerindo que os anos têm sido mais úmidos porque os meses normalmente secos têm sido menos secos. Isso está de acordo com o observado acima para os anos muito úmidos, ressaltando a importância dos meses secos no comportamento anual da precipitação. Por fim, utilizou-se a análise de componentes principais para a determinação de padrões e de fatores influentes sobre o comportamento temporal e espacial dos postos pluviométricos da bacia. Essa análise permitiu apontar a atividade solar como o fator influente mais importante para o comportamento da precipitação. Permitiu ainda, um agrupamento adequado dos postos em regiões homogêneas dentro da bacia.
Título em inglês
not available
Resumo em inglês
not available
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-11-27
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.