• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2018.tde-20181127-160514
Documento
Autor
Nome completo
Mauro Januario
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 1992
Orientador
Título em português
Balanços hídrico e de energia e a resposta fisiológica para a cultura de trigo (Triticum aestivum L.)
Palavras-chave em português
BALANÇO DE ENERGIA
FISIOLOGIA!BALANÇO HÍDRICO
IRRIGAÇÃO
PERDA DE ÁGUA
TRIGO
Resumo em português
A utilização da irrigação na agricultura brasileira, nos últimos anos, tem demonstrado a conscientização dos agricultores para a melhoria da produtividade das culturas com as quais trabalham. O uso da técnica de aplicação de uma determinada lamina de água, especificamente na cultura de trigo, não tem merecido, de uma forma geral no Brasil, uma base ideal de pesquisas, que pudessem definir o máximo de retorno, expresso pelo aumento na produção nesse sentido. A contribuição deste trabalho e o de avaliar a perda de água, indicando, volume de água aplicado, no decorrer do ciclo vegetativo da cultura de trigo, utilizando a estimativa do consumo de água através dos métodos do balanço hídrico no campo e balanço de energia; assim como analisando o desempenho fisiológico da cultura, através da produção total de matéria seca, taxa de crescimento da cultura e eficiência no uso da água. O estudo foi realizado no centro experimental de Campinas, entre os meses de maio e setembro de 1989. O balanço hídrico foi conduzido semanalmente em duas variedades de trigo. O consumo médio de água, para as cultivares, desde o emborrachamento ate a maturação foi de 188.2mm a evapotranspiração, estimada pelo balanço de energia, variou de 3.8 a 9.1mm/dia -1. A produção total de matéria seca foi maior para cultivar IAC-24, quando submetida a estresse hídrico. A eficiência no uso da água foi maior para IAC-24
Título em inglês
not available
Resumo em inglês
not available
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
JanuarioMauro.pdf (3.89 Mbytes)
Data de Publicação
2018-11-27
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.