• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2018.tde-20181127-161754
Documento
Autor
Nome completo
Sueli Fatima Ferreira Lima
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 1991
Orientador
Título em português
Comparação de métodos de estimativa de evapotranspiração potencial para o município de Ribeirão Preto (SP)
Palavras-chave em português
EVAPOTRANSPIRAÇÃO
Resumo em português
No presente estudo, compara-se diferentes métodos de estimativa de evapotranspiração potencial (EPT) para o município de Ribeirão Preto (SP) (21°48'S; 47°48'W; 621m). Com os valores obtidos em evapotranspirômetros os valores decendiais de evapotranspiração usados foram referentes aos anos de 1956 a 1960. O método desenvolvido por Camargo foi utilizado, devido à sua simplicidade e boa acuracidade, para verificar se a introdução da evaporação Piché no método original favorecia a obtenção de melhores estimativas da evapotranspiração por decêndios. A obtenção da fração da evaporação Piché, a ser acrescida ao modelo, para melhor adequá-lo baseou-se em análises estatísticas de equações de regressão obtidas entre os valores gerados por crescentes frações de Piché e os valores medidos em dois períodos distintos; outubro a março, época chuvosa e abril a setembro época seca. Para a localidade estudada, utilizando-se os métodos de Penman-Ometto, Hargraves, Priestley-Taylor e Camargo, os resultados obtidos permitiram concluir que os modelos de Penman-Ometto e de Camargo forneciam as melhores estimativas de evapotranspiração por decêndios em relação às medidas do evapotranspirômetro. As estimativas da evapotranspiração utilizando-se o método de Camargo obtidas para a época seca ajustou-se melhor aos valores medidos no evapotranspirômetro. Ao adicionarmos o valor correspondente a 10% da evaporação do evaporímetro de Piché, obtiveram-se melhores estimativas em relação ao método de Camargo
Título em inglês
Comparison of methods to estimate potencial evapotranspirations for Ribeirão Preto (SP) Brazil
Resumo em inglês
This research compares different models to estimate potential evapotranspiration for Ribeirão Preto (SP) (21°48'S; 47°48'W; 621m), with data from evapotranspirometers. The data were analysed for every ten days period since 1956 to 1960. The perfomance of the Camargo model to estimate potential evapotranspiration was tested with introduction of a Piché evaporation fraction to the original model. The best Piché evaporation fraction to be introduced in the Camargo model was obtained by statistical analysis through regression equation. They were obtained using increasing values of Piché evaporation fractions and the measured values from the evapotranspirometers. This evaluation was made for the dry (october-march) and rainy seasons. For Ribeirão Preto it was tested the Penman-Ometto, Hargreaves, Priestley-taylor and Camargo models, and it was found that the Penmam-Ometto and Camargo models were more closely related to the experimental values measured. The best perfomance of Camargo model was obtained when ten percent of the value measured with the Piché evaporimeter, was added to the original model
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-11-27
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.