• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2018.tde-20181127-160723
Documento
Autor
Nome completo
Mauro Eduardo Del Grossi
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 1989
Orientador
Título em português
Distribuição de renda e pobreza na agropecuária paranaense 1970/1980
Palavras-chave em português
AGROPECUÁRIA
DISTRIBUIÇÃO DE RENDA
POBREZA RURAL
Resumo em português
O estado do Paraná sofreu uma acentuada modernização agropecuária nos anos 70. Este trabalho analisou como se deu a distribuição da renda nesse período, utilizando dados dos Censos Demográficos de 1970 e 1980. Os principais resultados são: a) As microrregiões mais desiguais em 80 são Curitiba, campos de Ponta Grossa, Algodoeira de Assaí, Norte Novo de Londrina, Norte Novo de Maringá, Norte Novíssimo de Paranavaí, Campo Mourão e Extremo Oeste Paranaense; b) As microrregiões Alto Ribeira, São Mateus do Sul e Pitanga apresentavam os maiores índices de pobreza em 1980; c) Observou-se uma correlação significativa e positiva entre renda média e desigualdade da distribuição de renda; d) Dentre os empregados, autônomos e empregadores, os empregadores são os mais desiguais entre si e apesar de constituírem minoria da população detém parcela apreciável da renda; e) A análise das variações entre 1970 e 1980 evidenciou que as microrregiões com maiores acréscimos na renda média são as que experimentaram maiores elevações na desigualdade da distribuição de renda, enquanto que as variações da pobreza neste período foram mínimas. De maneira geral, pode-se afirmar que a renda gerada pelo processo de modernização no Paraná beneficiou mais intensamente um número reduzido de pessoas ligadas ao setor rural, provocando então uma elevação na desigualdade da distribuição de renda, e a manutenção da pobreza absoluta na agropecuária do Estado
Título em inglês
Income distribution and poverty in the agriculture of the Paraná State 1970/80
Resumo em inglês
The state of Paraná has experienced an outstanding modernization process in its agricultural sector in the late seventies. This investigation analysed how the benefits generated by such a modernization process were distributed among the producers, utilizing Demographic Census data. The principal conclusion were: a) The most unequal microregions (MRH) in 1980 were Curitiba, Campos de Ponta Grossa, Algodoeira de Assaí, Norte Novo de Londrina, Norte Novo de Maringá, Norte Novíssimo de Paranavaí, Campo Mourão and Extremo Oeste Paranaense; b) On the other hand, the MRH which presented the highest poverty levels were Alto Ribeira, São Mateus do Sul and Pitanga; c) A positive and significant correlation between mean income and income distribution inequality was found; d) Employers were the most unequal among themselves, and, although small in number they hold a significant proportion of the overall income; e) Analysis of changes between 1970 and 1980 showed that MRH with the greatest mean income increases also had the greatest increases in inequality concerning income distribution. State wise changes in poverty levels were very small between 1970 and 1980. Generally speaking, the data show that the income generated by the modernization process in Paraná has favored a small number of persons, has caused increases in income distribution inequality and the maintenance of absolute poverty in agriculture of the State
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-11-27
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.