• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2018.tde-20181127-161338
Documento
Autor
Nome completo
Yvens Santiago Marcondes
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 1985
Orientador
Título em português
Avaliação social e privada de um projeto de microdestilaria em condições de conhecimento imperfeito
Palavras-chave em português
MÉTODO DE MONTE CARLO
MICRODESTILARIAS
SIMULAÇÃO
TAXA INTERNA DE RETORNO
VIABILIDADE ECONÔMICA
Resumo em português
Este estudo analisa a viabilidade econômica de um projeto de microdestilaria com capacidade nominal de 5.000 litros por dia, sob condições de risco. Analisa-se o projeto utilizando-se os critérios e normas estabelecidas pela Comissão Executiva Nacional do Álcool - CENAL, com financiamento pelo PROALCOOL. A análise baseia-se nas avaliações econômicas pelas óticas privada e social. A avaliação econômica utiliza como indicador de rentabilidade a taxa interna de retorno (TIR) e para o processo de simulação, a técnica de Monte Carlo, incorpora a análise o processo de"learning by doing". A análise econômica revela taxas internas de retorno diferenciadas para as avaliações pelas óticas privada e social. Segundo os critérios utilizados pela ótica social apresentam boa perspectiva de retorno, enquanto os projetos avaliados pela ótica privada teriam viabilidade somente com probabilidade de 30%. No processo de simulação as distribuições de probabilidade foram determinadas pelas informações obtidas de dados primários e consultas a técnicas do setor, dos dados coletados, identificam-se os parâmetros mais prováveis das variáveis relevantes selecionadas. As variáveis usadas na simulação foram a produtividade física, açúcares redutores totais, extração, fermentação e destilação. Os resultados demonstram que a rentabilidade econômica dos projetos avaliados pela ótica social são maiores do que aqueles avaliados pela ótica privada, sendo a ausência de impostos na avaliação social, o principal fator a determinar esta diferença. Verifica-se também, que os fluxos de caixas simulados das avaliações privada e social, apresentam, respectivamente, 99,3% e 47,7% de mudança de sinal, representando projetos do tipo não convencional, podendo apresentar mais de uma TIR
Título em inglês
not available
Resumo em inglês
not available
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-11-27
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.