• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2018.tde-20181127-155920
Documento
Autor
Nome completo
Heloisa Morato do Amaral Pinto
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 1989
Orientador
Título em português
Drechslera oryzae (Breda de Haan) Subram. & Jain em sementes de arroz (Oryza sativa L.) : quantificação e localização de inóculo, efeitos no estabelecimento da cultura e controle
Palavras-chave em português
ARROZ
FUNGICIDAS
FUNGOS FITOPATOGÊNICOS
MANCHA PARDA
SEMENTES
Resumo em português
Avaliaram-se cinco amostras de sementes de arroz cultivar IAC 47 provenientes de campos de produção de sementes cancelados devido à elevada incidência de doença no Estado de Goiás. Foram analisados: a incidência e a severidade do patógeno presente nas sementes; a capacidade de germinação; a localização do patógeno nas sementes dissecadass em glumelas, endosperma e embrião, a transmissão de D. oryzae das sementes para as plântulas em condições de laboratório e em casa de vegetação; e, o efeito de fungicidas no controle"in vitro"e"in vivo"do patógeno. A incidência de D. oryzae variou de 9,75 a 85,75% nas sementes. Observou-se que o patógeno situa-se principalmente nos tecidos das glumelas e do endosperma, raramente sendo encontrado no embrião. Verificou-se que os melhores fungicidas no controle de D. oryzae foram iprodione + thiram, iprodione e guazatine. Verificou-se também, que em todos os testes com sementes tratadas houve um aumento no número de plântulas sadias. Com base nos resultados obtidos foram calculadas as taxas de transmissão em condições de laboratório e em casa de vegetação. Os resultados obtidos permitem concluir que o teste de sanidade é um bom parâmetro para avaliar incidência e severidade do patógeno nas sementes; que lotes de sementes com baixa incidência (até 10%) de D. oryzae não devem ser tratadas com fungicidas; que as taxas de transmissão do patógeno para as plântulas de arroz foram mais elevadas em condições de laboratório
Título em inglês
Drechslera oryzae (Breda de Haan) Subram. &Jain on rice (Oryza sativa L.) seeds: quantification and localization of inoculum, effects on the crop stablishment and control with fungicides
Resumo em inglês
Five seed samples of rice (cultivar IAC 47) from seed production fields with high incidence of Drechslera oryzae in the State of Goiás were evaluated with respect on the following aspects: incidence and severity of the pathogen in the seeds; germination capacity of the seeds; localization of the pathogen in differents parts of the seed; transmission of D. oryzae from seeds to seedlings under laboratory and greenhouse conditions; and the effect of fungicides tested under"in vitro"and"in vivo"conditions. The incidence of D. oryzae on the seed samples varied from 9.75 to 85.75%. The pathogen is located mainly in the glumes and endosperm tissues, rarely being found in the embryo. The best fungicides tested were the combination of iprodione + thiram, iprodione and guazatine. Treated seeds resulted inhealthy seedlings than non-treated ones. It was concluded that: the health test is a good tool for evaluation of incidence and severity of the pathogen in the seeds; seeds with low incidence (up to 10%) of D. oryzae should not be treated with fungicides; transmission rates of D. oryzae from seeds to seedlings were greater under laboratory condition than in the greenhouse
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-11-27
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.