• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2018.tde-20181127-161803
Documento
Autor
Nome completo
Alexandre Furtado Silveira Mello
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2003
Orientador
Título em português
Influência da umidade na liberação de ascósporos e na pré-penetração de Guignardia citricarpa Kiely [Phyllosticta citricarpa (McAlp.) van der Aa]
Palavras-chave em português
FUNGOS FITOPATOGÊNICOS
LARANJA
MANCHA-PRETA-DOS-CITROS
UMIDADE DO SOLO
Resumo em português
A mancha preta dos citros, causada pelo fungo Guignardia citricarpa Kiely [Phyllosticta citricarpa (McAlp.) Van der Aa.], é uma doença de grande ocorrência no sul do Estado de São Paulo. Estudos epidemiológicos dessa doença ainda são controversos devido principalmente, às diferenças climáticas e do sistema de produção no Brasil, quando comparados com os países pioneiros no estudo da doença. Nesse trabalho, procurou-se elucidar as épocas favoráveis à infecção e a importância relativa de conídios e ascósporos nesse processo por meio de plantas armadilhas. Mudas de limão 'Siciliano' (Citrus limon (L.) Burn. f.), suscetíveis a G. citricarpa, foram colocadas em dois talhões de um pomar de citros em uma propriedade comercial. Num dos talhões as folhas caídas no solo, fonte de inóculo de ascósporos, foram removidas. No outro talhão as folhas permaneceram sobre o solo. Durante os meses de outubro de 2002 a maio de 2003 três mudas permaneceram expostas em cada talhão por um mês, ao final do qual eram substituídas por novas. Não foi possível diferenciar a importância de conídios e de ascósporos por meio de reação de polimerase em cadeia (PCR) nem de sintomatologia das folhas, pois a infecção foi constatada somente em duas das avaliações realizadas. A relação entre a liberação de ascósporos e as condições climáticas também foi avaliada. Armadilhas caça-esporos foram instaladas em campo comercial e semanalmente o número de ascósporos capturados foi relacionado com a temperatura média diária, com a precipitação diária e a precipitação três dias antes da leitura dos ascósporos. Os resultados obtidos demonstram que a precipitação acumulada em três dias foi relacionada com a liberação de ascósporos pela equação L= 6,45 + 0,04 Pp3d - 0,17 T onde L é a leitura de ascósporos, Pp3d é a precipitação três dias antes da leitura de ascósporos e T é a temperatura, com R2= 0,49. Paralelamente, foram conduzidos experimentos in vitro, visando a determinação de sucos cítricos que favorecessem a germinação de conídios, com o objetivo final de realizar experimentos que avaliassem a influência de períodos descontínuos de molhamento na capacidade de germinação de conídios de P. citricarpa. Suco de laranja das cultivares Pêra e Valência na concentração de 4% mostraram-se os mais favoráveis na indução da germinação de conídios com índice de germinação variando entre 23,89 e 41,81 %. A interrupção do período de molhamento independentemente de ser gradativa ou rápida não influenciou na germinação de conídios, mostrando assim a grande capacidade germinativa do fungo.
Título em inglês
not available
Resumo em inglês
not available
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-11-27
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.