• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2018.tde-20181127-155045
Documento
Autor
Nome completo
Ceci Castilho Custódio
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 1995
Orientador
Título em português
Estudo do teste de lixiviação de potássio para avaliação da qualidade fisiológica de sementes de soja
Palavras-chave em português
LIXIVIAÇÃO
POTÁSSIO
QUALIDADE FISIOLÓGICA
SEMENTES
SOJA
VIGOR
Resumo em português
Estudo do teste de lixiviação de potássio para avaliação da qualidade fisiológica de sementes de soja Diante da necessidade de respostas complementares às fornecidas pelo teste de germinação ou que apresentem a possibilidade de resultados confiáveis em um período de tempo relativamente curto, agilizando as decisões, foi conduzido este trabalho no Laboratório de Análise de Sementes e no Campo Experimental da Escola Superior de Agricultura"Luiz de Queiroz", da Universidade de São Paulo, com o objetivo de obter informações que possam contribuir para a obtenção de novos conhecimentos sobre o teste de lixiviação de potássio, para avaliação do vigor de sementes de soja (Glycine max (L.) Merrill). Para tanto, utilizaram-se dois cultivares (BR 38 e IAC 15), cada qual representado por cinco lotes. Foram estudadas duas quantidades de água destilada (75 e 100 ml) e três períodos de embebição das sementes (30, 60 e 90 minutos), compondo, assim, seis tratamentos formados pela combinação entre a quantidade de água e os períodos de embebição. Avaliaram-se, ainda, duas temperaturas para embebição (25 e 30ºC). A eficiência da metodologia foi estimada comparativamente, às informações fornecidas por outros testes, ou seja, os testes de germinação, envelhecimento acelerado, condutividade elétrica e emergência das plântulas em campo. Os testes foram repetidos em três épocas de avaliação com intervalos, aproximadamente, bimestrais. A análise dos dados e a interpretação dos resultados permitiram concluir que o teste de lixiviação de potássio pode se constituir em uma opção eficiente para a avaliação da qualidade fisiológica de sementes de soja, apresentando a sensibilidade necessária para a identificação de diferenças de vigor. Dentre as variações disponíveis na metodologia, a embebição das sementes em 75 ou 100 ml de água destilada durante 30 minutos, a 30ºC, proporciona respostas mais rápidas e leituras mais precisas no fotômetro de chama.
Título em inglês
not available
Resumo em inglês
not available
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-11-27
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.