• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2018.tde-20181127-155122
Documento
Autor
Nome completo
Cristiane de Araujo Monteiro
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2001
Orientador
Título em português
Análise de crescimento e produtividade agrícola de girassol conduzido na safrinha em cinco densidades de plantas
Palavras-chave em português
CRESCIMENTO VEGETAL
DENSIDADE DE PLANTIO
GIRASSOL
PRODUTIVIDADE
SAFRINHA
Resumo em português
Realizou-se análise de crescimento e rendimento de cultivares de girassol (Helianthus annuus L.), semeado em época de semeadura safrinha, manejado sob cinco densidades de plantas (2, 3, 4, 5 e 6 plantas m-1). O experimento foi conduzido com 10 tratamentos (2 cultivares x 5 densidades) repetidos 3 vezes, delineado em blocos ao acaso. A massa seca total foi determinada em 10 plantas de girassol. O índice de área foliar foi determinado utilizando-se o analisador de dossel Li-cor®, model LAI-2000. Os índices fisiológicos, taxa de crescimento da cultura, taxa de crescimento relativo, taxa de assimilação líquida e razão de área foliar, foram então determinados através das funções ajustadas para massa seca total e índice de área foliar. Adicionalmente. Foram avaliadas as seguintes características: número de folhas, altura final de planta, diâmetro basal de haste, diâmetro de capítulo, número de aquênios por capítulos, massa de 1.000 aquênios e rendimento de aquênios. Os resultados permitiram concluir que: a) a produção de massa seca é influenciada pelo fator genótipo; b) a densidade de 6 plantas m-1 proporciona maior produção de massa seca total; c) o índice de área foliar não é influenciado pelos fatores densidade de plantas e genótipo; d) o nº de aquênios por capítulo é o componente da produção da planta mais importante para a determinação da produtividade agrícola de girassol; e) o aumento na densidade de plantio não diminui o nº de folhas, o diâmetro de haste, o nº de aquênios por capítulo e a massa de aquênios de girassol; f) a diminuição do nº de aquênios por capítulo e da massa de aquênios, em razão do aumento da densidade de plantas na linha, é compensada pelo maior nº de plantas por unidade de área, não afetando a produtividade agrícola de girassol; g) Cargill 11 apresenta maior produtividade agrícola que ) Morgan 734, porém essa diferença foi devido ao efeito de baixas temperaturas na antese, que afetou principalmente esse último cultivar.
Título em inglês
not available
Resumo em inglês
not available
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-11-27
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.