• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2018.tde-20181127-161729
Documento
Autor
Nome completo
Fábio Lima de Almeida Melo
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2004
Orientador
Título em português
Elementos climáticos e a evolução da ramulose (Colletotrichum gossypii var. Cephalosporioides Costa) do algodoeiro (Gossypium hirsutum L. var. latifolium Hutch.) em condições de campo
Palavras-chave em português
ALGODÃO
EFEITO DO CLIMA
FUNGOS FITOPATOGÊNICOS
RAMULOSE
RESISTÊNCIA GENÉTICA VEGETAL
VARIEDADES VEGETAIS
Resumo em português
O experimento foi conduzido em condições de campo, durante o ano agrícola de 2002/2003 no Pólo Regional Centro Sul, pertencente à Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA), localizado no município de Piracicaba - SP, com o objetivo de identificar os elementos climáticos mais importantes no desenvolvimento da ramulose em três grupos de cultivares com característica distintas de reação ao patógeno. A semeadura foi realizada no dia 8/12/02 utilizando os seguintes materiais genéticos: Coodetec 406, Coodetec 407, SureGrow 618, Fibermax 966, Fibermax 986, BRS AROEIRA, Fabrika, Makina, MO 99405, IAPAR 227-918, IAC 01-639, PR 99-123, Stoneville 474, DeltaOpal, CNPA ITA 90 e IAC 24. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos ao acaso, com 16 tratamentos e 6 repetições. As parcelas foram constituídas de uma linha de 5 metros de comprimento e espaçadas de 0,90m, com 7 plantas/metro. Para garantir a ocorrência da ramulose na área experimental, foram realizadas três inoculações aos 22 (06/01), 29 (13/01) e 43 (27/01/03) dias após a emergência. Visando obter resultados extrapoláveis para outras cultivares em estudos futuros de melhoramento genético e epidemiológicos, os genótipos foram agrupados conforme a reação ao patógeno em resistente, medianamente resistente e suscetível. Os grupos foram estabelecidos através do procedimento matemático de regressão linear entre as notas médias dadas a doença em cada genótipo versus o tempo. Os resultados permitiram concluir que a ramulose possui comportamento de crescimento atípico de doenças foliares, sendo esse comportamento ajustado pelo modelo monomolecular e que cultivares com maior característica de resistência, são mais dependentes de condições climáticas ideais ao patógeno para que ocorra o desenvolvimento da ramulose. Contrariamente, cultivares com menor característica de resistência, são menos dependentes de condições climáticas ideais ao patógeno para que ocorra o desenvolvimento da ramulose.
Título em inglês
Climatic elements and ramulosis (Colletotrichum gossypii var. Cephtalosporioides Costa) development in cotton (Gossypium hirsutum L.var. latifolium Hutch) under field conditions
Resumo em inglês
The experiment was carried out under field conditions in the South Central Regional Pole of the Agribusiness Technology Agency of Sao Paulo - APTA (Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios), located in Piracicaba -SP, during the 2002/2003 growing season. The purpose of this work was to identify the most important climatic elements for the development of ramulosis in three groups of cotton cultivars showing distinct characteristics regarding the reactions to the pathogen. Seeding was conducted in December 8, 2002, using the following genetic materiaIs: Coodetec 406, Coodetec 407, SureGrow 618, Fibermax 966, Fibermax 986, BRS AROEIRA, Fabrika, Makina, MG 99405, IAPAR 227-918, IAC 01-639, PR 99-123, Stoneville 474, DeltaOpal, CNPA ITA 90 and IAC 24. The experimental design was randomized blocks with 16 treatments and 6 replications. Plots consisted of 5-meter rows 0.90m apart, with 7 plants/m. Three inoculations were carried out, on the 22nd (Jan 6), 29th (Jan 13) and 43rd (Jan 27) days after emergence of plants, in order to ensure the occurrence of ramulosis in the experimental area. The genotypes were grouped according to their reaction to the pathogen and classified as resistant, moderately resistant and susceptible, so that the results could be extrapolated to other cultivars in future genetic improvement and epidemiologic studies. The groups were established through linear regression among the average disease scores for each genotype versus time. Based on the results, it was concluded that ramulosis shows a growth pattern atypical for foliar diseases, fitting the monomolecular model, and that the disease is more dependent on ideal climatic conditions for its development when attacking more resistant cultivars. On the other hand, less resistant cultivars are less dependent on the ideal climatic conditions for the pathogen and, consequently, for the development of ramulosis.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-11-27
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.