• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2018.tde-20181127-155749
Documento
Autor
Nome completo
Jose Sebastiao Cunha Fernandes
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 1988
Orientador
Título em português
Estabilidade ambiental e de cultivares de milho (Zea mays l.) na região centro sul do Brasil
Palavras-chave em português
EXPERIMENTOS
MILHO
PRODUTIVIDADE
VARIEDADES VEGETAIS
Resumo em português
Foi feito um estudo de estabilidade ambiental e de cultivares na região centro sul do Brasil, utilizando-se dados dos ensaios nacionais de milho conduzidos pela Empresa Brasileira de Pesquisa agropecuária (EMBRAPA/CNPMS). Para o estudo da estabilidade de cultivares, dois métodos foram utilizados para avaliar os quinze cultivares de milho em estudo, em 30 ambientes diferentes (dez locais durante três anos). O primeiro método foi o de EBERHRRT & RUSSELL(1866) e o segundo o de SILVA & BARRETO(1985). Foram detectadas diferenças significativas entre os cultivares com relação aos parâmetros de estabilidade (media de produtividade de grãos, coeficiente de regressão e desvios de regressão). Alguns cultivares que foram considerados de adaptação geral pelo método de EBERHART & RUSSELL(1966), com b = 1, se mostraram bastante estáveis em ambientes menos promissores, com b 1< 1, e responsivos a ambientes mais promissores, com b2 > O, quando analisados pelo método de SILVA & BARRETO (1885). Outros cultivares, também considerados de adaptação geral pelo primeiro método, se mostraram mais responsivos a ambientes menos promissores, com b 1> 1 , e mais estáveis em ambientes mais promissores, considerando o segundo método. Pelo fato de ter sido detectada uma correlação alta e negativa (r = -0.85) entre as estimativas dos parâmetros de estabilidade b 1 e b 2 do método de SILVA & BARRETO (1885), o comportamento destes materiais em relação a estas estimativas pode ter sido, pelo menos em parte, inerente ao próprio método. Para o estudo da estabilidade ambiental, utilizaram-se dados de produtividade de grãos de cultivares de milho, comuns a cada dois anos, cobrindo um período de no mínimo 12 anos. A diferença de produtividade de grãos entre os cultivares de um determinado ano agrícola e os mesmos de um ano anterior, no mesmo local (flutuações ambientais ) , foi considerada devida a fatores de natureza climática. Foi estimada a média, o e o erro associado a esta media, para as flutuações de cada região, pelo método dos quadrados mínimos ponderados. O desvio padrão foi utilizado como estimador da flutuação média a qual esta sujeita uma determinada região em estudo. Estas flutuações ambientais foram bastante relevantes nos vários locais em estudo da região centro sul do Brasil. Grandes variações foram observadas entre estes desvios padrões pertinentes a cada local em estudo, desde 2106 kg/ha em Pindorama -SP , passando por 3842 kg/ha em Patos de Minas-MG, ate 7185 kg/ha em Brasília-DF. Valores intermediários também foram detectados para outras regiões. Isto significa que o risco ao qual estão sujeitos 05 agricultores que cultivam tal espécie é relevante principalmente se se considerar que os fatores que mais estão contribuindo para tais variações 5 de produtividade são de natureza climática e de pouco controle.
Título em inglês
Environmental and cultivar stability of maize (Zea mays l.) in the central and southern regions of Brazil
Resumo em inglês
A study of environmental and cultivar stability was carried out in the central and southern regions of Brazil, using data from the maize national trials coordinated by Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRRPR/CNPMS). Two methods for the study of cultivar stability were considered to evaluate fifteen maize cultivars in 30 different environments (10 places during three years, namely: EBERHART & RUSSELL's (1866) and SILVA & BRRRETO's (1885). Significant differences were detected among cultivars in relation to the stability parameters (grain yield mean, regression coefficient and regression deviations). Some cultivars considered having a general adaptation by the EBERHART & RUSSELL(1866) method, with b = 1; performed very stable in less promising environments, with b1 = 1; performed very stable in Less promising environments, with b1 < 1, and performed well in more promising environments, with b2 >0, when analysed by SILVA &BARRETO’s method. Other cultivars, which also were considered having a general addaptation by the first method, performed better in less promising environments, with b 1 > 1, and were stable in more promising environments, considering the second method. Due to the fact that a high and negative correlation ( r = -0.85) exists between estimates of stability parameter b1 and b2 of SILVA & BARRETO(1985), the behaviour of these estimates could be, partly, inherent to the method itself. For the study of environment stability year by year grain yield data were considered, covering a period of at least 12 years. The difference in average grain yield of cultivars in a given year and the average of the same cultivars in the preceding year, in the same location (environmental variations) were considered due to factors of climatological nature. Means, standard deviations and associated error of these means were estimated by weighted least squares. The standard deviation was used as an estimate of the average variation detected in a given location, aver the period of years. These environmental variations were relevant in several locations of the region here considered. A very wide range of yield variation due to year effects was observed considering the standard deviations for each location under study. In fact, the standard deviation at Pindorama-SP was 2106 kg/ha, in Patos de Minas-MG, 3942 kg/ha and in Brasilia-DF, 7195 kg/ha on a are year basis. Intermediate values were also detected in other locations. This means that the risk to wihch the corn growers are subjected is high, considering that the factors contributing to these yield variations are primarily of climatological nature which are not under the control of the formers.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-11-27
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.