• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2018.tde-20181127-161222
Documento
Autor
Nome completo
Ricardo Henri Rodrigues Destéfano
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 1993
Orientador
Título em português
Evolução de O2, viabilidade e virulência de Metarhizium anisopliae (Metsch.) Sorokin, durante armazenamento
Palavras-chave em português
FUNGOS ENTOMOPATOGÊNICOS
LINHAGENS
VIRULÊNCIA
Resumo em português
No presente trabalho estudou-se a performance da linhagem E9 durante um processo de armazenamento, no qual conídios foram mantidos à -20°C com glicerol e sem glicerol. Esta linhagem foi alvo desse estudo por ser amplamente utilizada em nosso laboratório e por diversos laboratórios brasileiros, servindo como referência em estudos sobre entomopatógenos. Nestas condições os objetivos foram estimar as características do fungo quanto à evolução de O2, a variação na viabilidade determinada pela capacidade germinativa dos conídios, e a expressão de virulência, durante o processo. Na avaliação da evolução de O2, testes de respirometria foram realizados, utilizando-se a glicose como única fonte de carbono em um meio de cultivo simplificado. A virulência foi testada em bioensaios realizados com ninfas de 3 e 4 estágios do vetor da doença de Chagas Panstrongylus megistus; e a viabilidade foi obtida comparando-se conídios germinados e não germinados. Os resultados obtidos mostraram a necessidade de uma melhor compreensão, para que estes testes realizados se interajam mais efetivamente, pois foi observado que os dados relativos a viabilidade e o quociente de oxigênio (Q O2) do fungo isoladamente, não fornecem subsídios suficientes para se avaliar a capacidade entomopatogênica de uma dada linhagem. A ação do glicerol como crioprotetor, não foi eficiente no sentido de se representar diferenças significativas com relação à performance do entomopatógeno, uma vez que os valores de LT50 não foram muito divergentes.
Título em inglês
not available
Resumo em inglês
not available
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-11-27
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.