• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2018.tde-20181026-185749
Documento
Autor
Nome completo
Flávio Geraldo Ferreira Castro
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 1997
Orientador
Título em português
Efeito da idade de corte sobre a produção, composição química-bromatológica, digestibilidade "in vitro" da matéria seca e da matéria orgânica e conteúdo ácido cianídrico de Cynodon nlemfuensis Vanderyst var. nlemfuensis cv. florico
Palavras-chave em português
ÁCIDO CIANÍDRICO
COMPOSIÇÃO QUÍMICA
DIGESTIBILIDADE "IN VITRO"
FORRAGEM
GRAMA-ESTRELA-FLORICO
IDADE DE CORTE
MATÉRIA ORGÂNICA
MATÉRIA SECA
NUTRIÇÃO VEGETAL
PRODUÇÃO
Resumo em português
Este experimento teve como objetivo avaliar a produção de matéria seca, a composição químico-bromatológica, a variação no conteúdo de macro e micronutrientes e a extração destes minerais pela grama-estrela 'Florico', em função da idade de corte. O experimento foi conduzido no Departamento de Zootecnia da ESALQ/USP. O delineamento estatístico adotado foi o de blocos completos casualizados, com seis tratamentos e quatro repetições. Os tratamentos consistiram de seis idades de corte, com intervalo de 10 dias entre cada corte, sendo que o primeiro corte foi realizado 20 dias após o rebaixamento. Os parâmetros avaliados foram: produção e teor de matéria seca; teor de proteína bruta; fibra em detergente neutro; fibra em detergente ácido; digestibilidade verdadeira "in vitro" da matéria seca e da matéria orgânica; concentração e acúmulo de macro e micro nutrientes e teor de ácido cianídrico. A produção de matéria seca aumentou de forma quadrática (P < 0,05) entre 20 e 70 dias (153,57 a 1098,66 g m-2) de crescimento, apresentando valor máximo aos 77 dias, enquanto o teor de matéria seca sofreu acréscimo cúbico (P < 0,05) com o avanço da idade de corte (15,40 a 27,42 decagrama por quilograma - dag kg-1). As digestibilidades verdadeiras "in vitro" da matéria seca e da matéria orgânica decresceram quadraticamente (P < 0,05) com o aumento da idade (70,63 a 58,97 dag kg-1 e 68,61 a 56,51 dag kg-1, respectivamente). Inversamente, os teores de fibra em detergente neutro e fibra em detergente ácido aumentaram de forma quadrática (P < 0,05), apresentando intervalos de variação de 65,05 a 77,16 dag kg-1 e de 32,95 a 41,68 dag kg-1, respectivamente. O conteúdo de ácido cianídrico não sofreu efeito (P > 0,05) da idade de corte, além de se apresentar em níveis inferiores à dose letal para bovinos. O teor de proteína bruta diminuiu de forma quadrática (P < 0,05), apresentando intervalo de variação de 20,40 a 11,23 dag kg-1. As concentrações dos macronutrientes potássio, cálcio, magnésio e enxofre sofreram decréscimo linear (P < 0,05), enquanto os teores de nitrogênio e fósforo diminuíram de forma quadrática (P < 0,05) com o avanço da idade. Observou-se as seguintes variações: 3,26 a 1,8 dag kg-1 para nitrogênio; 0,44 a 0,31 dag kg-1 para fósforo; 3,80 a 2,87 dag kg-1 para potássio; 0,64 a 0,38 dag kg-1 para cálcio; 0,41 a 0,35 dag kg-1 para magnésio e 0,25 a 0,22 dag kg-1 para enxofre. Os macronutrientes nitrogênio, fósforo, potássio e cálcio apresentaram acúmulo máximo aos 59, 77, 74 e 70 dias de crescimento, respectivamente. A concentração de cobre não sofreu efeito (P> 0,05) da idade. Já a concentração de boro decresceu cubicamente (P < 0,05). As concentrações de ferro e zinco decresceram de forma quadrática (P < 0,05), enquanto a concentração de manganês diminuiu linearmente (P < 0,05) com o avanço da idade de corte. Observou-se as seguintes variações: 10,62 a 7,72 mg kg-1 para boro; 5,62 a 4,35 mg kg-1 para cobre; 513,28 a 195,30 mg kg-1 para ferro; 116,48 a 66,79 mg kg-1 para manganês e 40,29 a 31,17 mg kg-1 para zinco. O acúmulo máximo dos micro nutrientes boro, cobre, manganês e zinco ocorreu aos 95,69,65 e 92 dias de crescimento, respectivamente. Em termos de composição química e digestibilidade, a 'Florico' mostrou-se adequada até por volta de 35 dias de crescimento, com exceção dos teores de zinco e cobre, entretanto estes parâmetros de valor nutritivo apresentaram valores razoáveis mesmo em idade de corte avançada, o que permite o aproveitamento desta forrageira na forma de pastejo diferido. O maior acúmulo de minerais pela 'Florico' entre 60 e 90 dias de crescimento, demonstra a alta capacidade de extração de nutrientes pela planta e enfatiza a necessidade de adequada fertilização em pastagens desta gramínea
Título em inglês
Effect of cutting age on production, chemical composition, "in vitro" dry matter and organic matter digestibility, and cyanide content in Cynodon nlemfuensis Vanderyst var. nlemfuensis cv. florico.
Palavras-chave em inglês
Not available
Resumo em inglês
The objective of this experiment was to evaluate dry matter production, chemical composition, variation in macro and micro mineral content and mineral uptake by 'Florico' stargrass, as related to cutting age. The trial was conducted at the ESALQ/USP Department of Animal Science. The experimental design was a randomized complete block with six treatments replicated four times. Treatments consisted of six cutting ages spaced 10 days apart, with the first cut made 20 days after staging. Responses evaluated were: dry matter production and concentration in herbage, crude protein concentration, neutral detergent fiber, acid detergent fiber, true "in vitro" dry matter and organic matter digestibility, macro and micro mineral concentration and accumulation, and cyanide (HCN) concentration. Dry matter production incresed quadratically (P < 0,05) between 20 and 70 days (153,57 to 1098,66 g m-2 ) of regrowth, showing a maximum value at 77 days, whereas dry matter concentration increased cubically (P < 0,05) as cutting age increased (15,40 to 27,42 decagram per kilogram - dag kg-1 ). True "in vitro" dry matter and organic matter digestibilities decresead quadratically (P < 0,05) with increased age (70,63 to 58,97 dag kg-1 and 68,61 to 56,51 dag kg-1 , respectively). Conversely, neutral detergent fiber and acid detergent fiber concentrations increased quadratically (P < 0,05), ranging from 65,05 to 77,16 dag kg-1 and from 32,95 to 41,68 dag kg-1 , respectively. Content of HCN was not affected (P > 0,05) by cutting age and was always lower than the leveIs known to be lethal to bovine. Crude protein concentration decreased quadratically (P < 0,05) ranging from 20,40 to 11,23 dag kg-1. Concentrations of the macrominerals potassium, calcium, magnesium, and sulfur decresead linearly (P < 0,05), whereas nitrogen and phosphorus concentrations decreased quadratically (P < 0,05) with age. The following ranges were observed: 3,26 to 1,8 dag kg-1 for nitrogen; 0,44 to 0,31 dag kg-1 for phosphorus; 3,80 to 2,87 dag kg-1 for potassium; 0,64 to 0,38 dag kg-1 for calcium; 0,41 to 0,35 dag kg-1 for magnesium and 0,25 to 0,22 dag kg-1 for sulfur. Maximum accumulation of nitrogen, phosphorus, potassium and calcium occurred at 59, 77, 74 and 70 days of regrowth, respectively. Copper concentration was not affIected (P > 0,05) by age but boron concentration declined cubically (P < 0,05). Concentrations of iron and zinc decreased quadratically (P < 0,05), whereas that of manganese did it linearly (P < 0,05) whit age. The observed ranges were: 10,62 to 7,72 mg kg-1 for boron; 5,62 to 4,35 mg kg-1 for copper; 513,28 to 195,30 mg kg-1 for iron; 116,48 to 66,79 mg kg-1 for manganese and 40,29 to 31,17 mg kg-1 for zinco. Maximum accumulation of boron, copper, manganese and zinc was observed at 95,69,65 and 92 days of regrowth, respectively. Chemical composition and digestibility were considered adequate up to 35 days after cutting, except for zinc and cooper concentrations, and even with advancing maturity, those nutritive value parameters remained at relatively high levels. This make stargrass an option for stockpiled forage. Highest mineral accumulation in 'Florico' stargrass was observed at 60 and 90 days after cutting indicating high uptake capability by the pIant and emphasing the need of high fertilization requeriments on 'Florico' pastures
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-10-26
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.