• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2018.tde-20181127-155028
Documento
Autor
Nome completo
Cirlene Aparecida Manarin
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2000
Orientador
Título em português
Respostas fisiológicas, bioquímica e produtivas do capim-mombaça a doses de nitrogênio
Palavras-chave em português
CAPIM MOMBAÇA
GRAMÍNEAS FORRAGEIRAS
Resumo em português
Foi realizado um experimento em casa-de-vegetação, no período de verão, com Panicum maximum Jacq. cultivar Mombaça desenvolvido em solução nutritiva, com doses de nitrogênio e utilizando-se o delineamento experimental de blocos completos ao acaso com quatro repetições. Objetivou-se avaliar o efeito do nitrogênio em processos fisiológicos, bioquímico e produtivos, bem como obter informações da concentração do nitrogênio nas partes da planta, relacionando-as à ocorrência de desequilíbrio nutricional e ainda, determinar o nível crítico do nitrogênio nessa forrageira, com base na parte selecionada para diagnose. Estudaram-se oito doses de nitrogênio correspondentes a 0; 14; 42; 126; 210; 294; 378 e 462 mg L-1 e empregou-se sílica como substrato. Aos 29 dias após o transplante procedeu-se o primeiro corte e o material da parte aérea foi separado em folhas não-expandidas (FNE), lâminas de folhas novas (LN), lâminas de folhas velhas (LV) e colmos mais bainhas (C+B). Aos 26 dias após o primeiro corte, realizou-se a segunda colheita procedendo-se a separação da parte aérea, de acordo com o mesmo critério do primeiro corte. Após o segundo corte das plantas foram separadas as raízes do substrato. Os resultados mostraram efeitos significativos das doses de nitrogênio na produção de matéria seca da parte aérea e das raízes, no número de perfilhos, na área foliar, na atividade da enzima redutase do nitrato nas folhas e na concentração de nitrogênio total da matéria seca da parte aérea e das raízes do capim-Mombaça. Sintomas visuais de deficiência de nitrogênio puderam ser notados a partir de oito dias após o transplante das plantas para os vasos. Os sintomas de deficiência foram bem visíveis até a dose de nitrogênio de 126 mg L-1 na solução. A lâmina de folha nova foi considerada a parte mais adequada para a avaliação do estado nutricional em nitrogênio do capim-Mombaça. O nível crítico determinado nesse tecido vegetal foi de 16 a 16,5 g kg-1 de nitrogênio e a leitura de valor SPAD correspondente ao nível crítico foi de 41 a 45 unidades
Título em inglês
not available
Resumo em inglês
not available
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-11-27
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.