• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2018.tde-20181127-161631
Documento
Autor
Nome completo
Fabio Vale
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 1997
Orientador
Título em português
Avaliação química da disponibilidade dos micronutrientes contidos nos fertilizantes
Palavras-chave em português
ANÁLISE QUÍMICA
DISPONIBILIDADE
FERTILIZANTES
MICRONUTRIENTES
Resumo em português
A legislação brasileira exige que os micronutrientes nos fertilizantes sejam garantidos pelo teor total presente. Isto abre um precedente para a utilização de produtos não considerados como fontes de micronutrientes na fabricação dos fertilizantes. Um exemplo disso é a comercialização de zinco metálico, com rótulo de óxido de zinco. Porém a eficiência agronômica desses produtos é ainda duradoura. Objetivou-se, então, realizar um trabalho para tentar caracterizar a disponibilidade dos micronutrientes em 30 fertilizantes comerciais, através do uso de cinco extratores químicos: a água e as soluções de ácido cítrico a 2%, de citrato neutro de amônio (1+9), de DTPA 0,005 mol L-1 de EDTA 0,005 mol L L-1. Também foram feitas correlações entre os teores solúveis dos micronutrientes nos fertilizantes e sua absorção pelas plantas de arroz através de testes do tipo Neubauer e Schneider, procurando identificar o extrator que melhor caracterizou a disponibilidade dos micronutrientes às plantas. Os resultados mostraram a baixa solubilidade dos micronutrientes metálicos (cobre, ferro, manganês e zinco) dos fertilizantes tipo"fritas". O ácido cítrico a 2% se mostrou promissor na caracterização da disponibilidade de cobre, manganês e zinco para as plantas. Para o ferro não houve uma definição entre os extratores estudados. O boro teve boa solubilidade, tanto nos fertilizantes solúveis como nos insolúveis em água, e a garantia pelo teor total mostrou-se um bom indicativo da disponibilidade do elemento. Para o molibdênio, produtos mais solúveis foram adicionados para os fertilizantes com baixo teor do elemento, enquanto que os com teor mais elevado tenderam a ter maior solubilidade. A garantia dos micronutrientes catiônicos nos fertilizantes pelo teor total, conforme exige a legislação, não indicou a real disponibilidade nos fertilizantes. Mostra-se necessária a definição de extratores para esse fim, através de mais estudos
Título em inglês
not available
Resumo em inglês
not available
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
ValeFabio.pdf (5.08 Mbytes)
Data de Publicação
2018-11-27
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.