• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2018.tde-20181127-162018
Documento
Autor
Nome completo
Marcela Trecenti Capoani
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2001
Orientador
Título em português
Níveis de Cálcio e de Boro na solução nutritiva para os cultivares de girassol IAC-Uruguai e Rumbossol-91
Palavras-chave em português
BORO
CÁLCIO
GIRASSOL
SOLUÇÃO NUTRITIVA
VARIEDADES VEGETAIS
Resumo em português
O girassol é uma das espécies mais sensíveis à deficiência de boro, e por essa razão, vem sendo utilizada em experimentos como planta teste para esse micronutriente. O objetivo do experimento foi estudar a interação entre doses de cálcio (Ca) e de boro (B), fornecidas via solução nutritiva e, avaliar a influência das doses desses nutrientes na produção do material seco e na compartimentalização do cálcio e do boro na parte aérea das plantas. O experimento foi realizado em casa-de-vegetação utilizando-se os cultivares IAC-Uruguai e Rumbossol-91. Foram aplicados 12 tratamentos com duas doses de B (0,1 e 0,5 mg L-1) e seis de Ca (0, 50, 100, 200, 250 e 300 mg L-1). Foram cultivadas duas plantas por vaso, com capacidade para 3,6 litros, contendo sílica como substrato. O delineamento experimental foi blocos completos ao acaso em esquema fatorial 2x6 com quatro repetições. Aos 55 dias, avaliou-se a altura, diâmetro do caule, massa do material seco e os teores dos nutrientes no material seco nas seguintes partes das plantas: a) folhas do terço superior, b) folhas inferiores, c) terço superior do caule e d) caule inferior. A manifestação de sintomas visuais de deficiência de boro foi mais intensa no cultivar IAC-Uruguai, no tratamento com 0,1 mg L-1 de B. Os resultados permitiram concluir que houve interação significativa entre as doses de cálcio e boro na produção do material seco e no acúmulo desses nutrientes nas partes das plantas. As folhas acumularam maiores quantidades de cálcio e boro do que os caules. Maiores produções de material seco foram verificadas nos tratamentos com 0,5 mg L-1 de B. O acúmulo de boro nas plantas foi influenciado pelas doses de cálcio fornecidas
Título em inglês
not available
Resumo em inglês
not available
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-11-27
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.