• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Master's Dissertation
DOI
10.11606/D.11.2018.tde-20181127-160204
Document
Author
Full name
Ivan André Alvarez
E-mail
Institute/School/College
Knowledge Area
Date of Defense
Published
Piracicaba, 1998
Supervisor
Title in Portuguese
Comparação entre o desenvolvimento de cana crua queimada em dois ciclos de crescimento
Keywords in Portuguese
CANA-DE-AÇÚCAR
CRESCIMENTO E DESENVOLVIMENTO
QUEIMADA
Abstract in Portuguese
Este trabalho teve como objetivos: comparar o desenvolvimento de cana colhida crua, mecanizada e de cana após a queima, colhida manualmente, utilizando como indicadores de desenvolvimento os seguintes índices biométricos: número de perfilhos, número de folhas, matéria seca de colmos, de folhas e de raízes, índice de área foliar e perfil de raízes; avaliar a influência das temperaturas das umidades do ar, do solo e das folhas sobre as duas condições de desenvolvimento e analisar o comportamento do crescimento de cana crua e cana queimada nos primeiros e segundos anos de rebrota, por meio de curvas adaptadas. A pesquisa foi realizada no município de Morro Agudo, SP, de julho de 1995 a julho de 1997. A variedade cultivada foi a SP 70-1143. Para cada tratamento utilizaram-se 4 talhões, sendo cada um considerado uma repetição. Adotou-se regressão polinomial e regressão não-linear para se adaptar os dados ás curvas de crescimento. O desenvolvimento no primeiro ciclo de crescimento foi semelhante para cana crua e cana queimada. No início do segundo ciclo de crescimento ocorreu maior desenvolvimento em cana crua, enquanto que no final, o desenvolvimento foi maior em cana queimada. O perfilhamento da cana crua não apresentou diferenças significativas que confirmem a influência negativa da palha na rebrota. As raízes de cana crua, cresceram em maior quantidade e todas camadas do solo no primeiro ano. A cana crua apresentou valores mais altos do que os da cana queimada, estatisticamente significativos, para os índices biométricos, nas seguintes datas de amostragem: 308 dias após a colheita (DAC), no 1º ano, para altura de plantas, aos 37 DAC, para diâmetro de colmos, altura de plantas, massa seca de colmos e folhas e aos 241 DAC para diâmetro de colmos, no 2 ano. No que se refere á cana queimada, no 1º ano, somente houve significância aos 213 DAC, para matéria seca e colmos. No 2º ano, verificou-se que a partir dos 272 DAC, os índices altura de plantas, matéria seca de colmos, folhas e raízes foram os mais significativos. Os dados de IAF foram altos para a cultura de cana-de-açúcar e somente apresentaram relevância aos 241 DAC, com valores maiores para cana queimada. Os fatores climatológicos, isoladamente, não provocaram mudanças de comportamento dos índices biométricos entre a cana crua e cana queimada, em seus ciclos de crescimento, de maneira que se identificasse uma tendência geral. As diferenças de desenvolvimento expressas na curva de crescimento do 1º para o 2º ano são devidas aos fatores climatológicos, tanto para cana crua como para cana queimada
Title in English
not available
Abstract in English
not available
 
WARNING - Viewing this document is conditioned on your acceptance of the following terms of use:
This document is only for private use for research and teaching activities. Reproduction for commercial use is forbidden. This rights cover the whole data about this document as well as its contents. Any uses or copies of this document in whole or in part must include the author's name.
AlvarezIvanAndre.pdf (20.46 Mbytes)
Publishing Date
2018-11-27
 
WARNING: Learn what derived works are clicking here.
All rights of the thesis/dissertation are from the authors
CeTI-SC/STI
Digital Library of Theses and Dissertations of USP. Copyright © 2001-2019. All rights reserved.