• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2018.tde-20181127-161230
Documento
Autor
Nome completo
Rita de Fatima Alves Luengo
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 1994
Orientador
Título em português
Dormência natural e ação de giberelina e hidrazida maleica em genótipos de Ipomoea batatas (L.) Lam.
Palavras-chave em português
BATATA-DOCE
DORMÊNCIA
GENÓTIPOS
REGULADORES DE CRESCIMENTO VEGETAL
Resumo em português
Os objetivos do presente estudo foram selecionar genótipos de Ipomoea batatas (L.) Lam. com brotamento tardio, que evitam perda pós-colheita devido ao brotamento quando se armazena batata-doce, e estudar o efeito de giberelina e hidrazida maleica sobre a dormência de genótipos de batata-doce com dormência curta e prolongada. Os experimentos foram conduzidos em Brasília (DF) no período de 1990 a 1993 com os cultivares Brazlândia Branca, Brazlândia Roxa, Brazlândia Rosada, Coquinho, Rio Doce e genótipos do banco de germoplasma de batata-doce da EMBRAPA-CNPH. As raízes foram armazenadas por três meses, à temperatura de 25+- 20° C e umidade relativa de 70 a 90%, pois temperaturas superiores a 15,5° C e umidade relativa elevada estimulam o brotamento da batata-doce. A aplicação de hidrazida maleica foi realizada no campo, sobre a parte aérea das plantas, 40 dias antes da colheita nas concentrações 2000mg.L-1, 3500mg.L-1 e 5000mg.L-1 e a aplicação de giberelina foi por imersão das raízes, após a colheit, nas concentrações 5mg.L-1, 10mg.L-1, 15mg.L-1. As características avaliadas foram número de brotações, altura da maior brotação, peso da matéria fresca e respiração. Os resultados obtidos permitiram concluir que existe variabilidade genética entre genótipos de batata- doce em relação à dormência; o cultivar comercial com menor dormência foi Brazlândia Roxa; o cultivar com maior dormência foi Rio Doce. Não foi observado efeito da aplicação de hidrazida maleica a 2000mg.L-1, 3500mg. L-1 e 5000mg.L-1 nem da aplicação de giberelina a 5mg.L-1, 10mg.L-1, 15mg.L-1 na dormência dos cultivares Brazlândia Roxa (dormência curta) e Rio Doce (dormência prolongada). O cultivar Rio Doce apresenta taxas respiratórias mais elevadas que os cultivares Brazlândia Roxa, Coquinho e Princesa. Quando tratado com giberelina, há diminuição nas taxas respiratórias. O cultivar Brazlândia Roxa apresenta médias de matéria fresca superiores em relação ao cultivar Rio Doce, que mostra-se mais sensível à deterioração.
Título em inglês
not available
Resumo em inglês
not available
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-11-27
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.