• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2018.tde-20181127-155908
Documento
Autor
Nome completo
Francisco Lozano Leonel Junior
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 1991
Orientador
Título em português
Espécies de Braconidae (hymenoptera) parasitóides de moscas-das-frutas (Diptera. Tephritidae) no Brasil
Palavras-chave em português
BRACONÍDEOS
INSETOS PARASITOIDES
MOSCA-DAS-FRUTAS
Resumo em português
Com o objetivo de se estudar as espécies de parasitóides (Hymenoptera, Braconidae) de moscas-das-frutas(Diptera, Tephritidae) realizaram-se levantamentos em condições de campo nos municípios de Limeira e Piracicaba (Estado de São Paulo), além de identificações em exemplares procedentes de várias localidades do Brasil. As coletas dos parasitóides foram realizadas indiretamente pelo recolhimento dos frutos hospedeiras (26 espécies) nas plantas e/ou na solo infestados por larvas de moscas-das-frutas. As identificações foram feitas com base em trabalhos taxonômicos e confirmadas por comparação com exemplares da coleção da Fundação Oswaldo Cruz no Rio de Janeiro e pelo Dr. Robert A. Wharton (Texas A. & M. University, College Station, Texas). Para as espécies de braconídeos apresentou-se uma chave de identificação e a caracterização. Elaborou-se também um mapa de distribuição geográfica das espécies e uma tabela de ocorrência dos hospedeiros (frutos) durante os meses das coletas (outubro/1987 à novembro/1988), além da associação dos parasitóides com seus hospedeiros e frutíferas e o cálculo de parasitismo. Foram examinados 3578 parasitóides pertencentes à família Braconidae (duas subfamílias e seis espécies), Cynipidae (uma subfamília) e Diapriidae e 546 moscas-das-frutas da família Tephritidae (seis espécies). Os resultados permitem concluir que a subfamília Opiinae é a mais comum com as seguintes espécies: Doryctobracon arelatus (Szépligeti, 1911) , D. brasiliensis (Szépligeti, 1911), Opius bellus Gahan, 1930, Opius sp. (espécie próxima de bellus) e Utetes(Bracanastrepha) anastrephae (Viereck, 1913). Na subfamília Alysiinae ocorreu a espécie Phaenocarpa anastrephae Muesebeck, 1958, sendo esta a primeira referência no Brasil. D. areolatus foi a espécie mais frequente representando 68,89% de todos os exemplares examinados e ocorrendo em 91,3% das frutíferas amostradas. O parasitismo médio para todas as frutíferas foi de 2,9 (Opiinae) e 3,5% (Opiinae + Cynipidae + Diapriidae), sendo a variação de zero à 22,47%
Título em inglês
not available
Resumo em inglês
not available
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-11-27
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.