• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2018.tde-20181127-162056
Documento
Autor
Nome completo
Ana Lia Gomes Carneiro Parra
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2001
Orientador
Título em português
Comportamento reprodutivo de Phyllocnistis citrella Stainton, 1856 (Lepidoptera: Gracillariidae)
Palavras-chave em português
COMPORTAMENTO REPRODUTIVO
FEROMÔNIOS SEXUAIS
LIMAO CRAVO
MANEJO INTEGRADO
MINADOR-DOS-CITROS
Resumo em português
O objetivo desta pesquisa foi caracterizar o comportamento reprodutivo do minador-dos-citros, Phyllocnistis citrella Stainton, 1856 (Lepidoptera: Gracillariidae), como suporte para o isolamento, identificação e síntese do seu feromônio sexual, visando fornecer subsídios para racionalização de controle desta praga dentro de um contexto de Manejo Integrado das Pragas de citros. O trabalho foi desenvolvido no Laboratório de Biologia de Insetos do Departamento de Entomologia, Fitopatologia e Zoologia Agrícola da Escola Superior de Agricultura"Luiz de Queiroz (ESALQ), Piracicaba, da Universidade de São Paulo (USP). Através de uma criação de P. citrella, utilizando-se como planta hospedeira, mudas de limão cravo (em tubetes) foi possível a obtenção de insetos virgens, indispensáveis para o tipo de pesquisa proposta. Determinou-se que o horário de acasalamento de P. citrella, é logo ao amanhecer, entre adultos de um e dois dias de idade e com uma duração de cópula de 50 min. Ficou caracterizado o seu hábito crepuscular de postura, pois a oviposição de P. citrella se deu nas duas primeiras horas após o início da escotofase. Machos e fêmeas de P. citrella apresentaram um sincronismo na emergência, com uma proporção macho:fêmea de 1:1 e portanto, uma razão sexual igual a 0,5. Concluiu-se que as fêmeas de P. citrella são responsáveis pela atração sexual e que existe um feromônio sexual mediando o acasalamento desta espécie
Título em inglês
not available
Resumo em inglês
not available
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-11-27
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.