• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2018.tde-20181127-162146
Documento
Autor
Nome completo
Eduardo Diehl Fleig
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2005
Orientador
Título em português
Estrutura social e taxa de crescimento das colônias de Linepithema humile Mayr (Hymenoptera: Formicidae)
Palavras-chave em português
COLÔNIAS DE FORMIGAS
ESTRUTURA SOCIAL
TAXA DE CRESCIMENTO
Resumo em português
O presente trabalho teve por objetivos avaliar o comportamento agonístico entre operárias de ninhos distintos de Linepithema humile Mayr, determinar o período de produção de sexuados e a proporção sexual, estimar a variação do tamanho da população intranidal no verão e no inverno, e investigar a biologia reprodutiva, em especial, a taxa de crescimento de pequenas colônias. Para tal, coletaram-se em campo 26 ninhos de L. humile no município de Limeira, SP, transferidos para laboratório e mantidos em condições experimentais. Avaliaram-se os níveis de agressividade em pares de operárias de ninhos distintos (n = 11) em três tempos ao longo de um ano após as coletas. Avaliou-se a população intranidal através da contagem de todos os indivíduos de dez ninhos (cinco por estação). Estimou-se a taxa de crescimento para diferentes tamanhos de propágulos (10, 50, 100, 150, 200 e 500 operárias). A população de Limeira apresentou estrutura social unicolonial, com ausência de agressividade entre operárias de ninhos distintos. As operárias de L. humile foram altamente agressivas em relação a operárias de uma população proveniente do município de São Paulo. A produção de sexuados ocorreu durante o verão, com investimento sexual a favor das fêmeas (2,4 : 1). No inverno, encontrou-se um número de operárias cerca da metade do registrado no verão. O tamanho inicial dos propágulos influenciou positivamente a produção de prole total e, negativamente, a produção de prole |per capita. A taxa de crescimento per capita não variou entre os tamanhos de propágulos iniciais testados. A redução do número de operárias poderia ser decorrente de condições abióticas durante o inverno, especialmente da baixa umidade e precipitação. Algumas hipóteses são levantadas para explicar a proporção sexual a favor das fêmeas encontrada. Finalmente, destaca-se que este é o primeiro registro da existência da estrutura social unicolonial em uma população de L. humile no Brasil.
Título em inglês
Social structure and growth rate of the colonies of Linepithema humile Mayr (Hymenoptera: Formicidae)
Resumo em inglês
The aim of this work was to evaluate the aggressive behavior between workers from different nests of Linepithema humile Mayr, to determine the period of sexual production and the sexual ratio, to estimate the variation in the intranest population between summer and winter, and to investigate the reproductive biology, particularly the role of propagule sizes in the growth rates. For such, 26 nests collected in the Limeira population of the Argentine ant were set up in experimental nests in laboratory. The levels of aggressive behavior between workers from different nests (n = 11) were evaluated for three different periods during one year after nests collections. The intranest population was assessed by direct counting of total individuals in ten nests (five for each season). The growth rate was evaluated for different propagule sizes (10,50, 100, 150, 200 and 500 workers). The Limeira population structured as unicolonial, with absence of aggressive behavior to non nestmates workers. Workers from the Limeira population were highly aggressive to workers from another population (São Paulo). The population was strongly female-biased (2,4 : 1), with sexuals being produced during summer time. Worker number had a two fold reduction during winter compared to summer nests. The initial propagule size positively influenced the total brood production and negatively affected the per capita brood production. Per capita growth rates remained the same for all initial propagule sizes tested. Worker density reduction could be related to abiotic conditions during winter, especially relative humidity and rain falI. Several hypotheses are raised to explain the female-biased sexual ratio found in the studied population. This is the first record of unicoloniality in a Brazilian population of the Argentine ant.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
FleigEduardoDiehl.pdf (2.34 Mbytes)
Data de Publicação
2018-11-27
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.