• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2018.tde-20181127-155308
Documento
Autor
Nome completo
Alexandre Tachibana
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2000
Orientador
Título em português
Um modelo para avaliar sistemas mecanizados para aplicação de defensivos em culturas perenes
Palavras-chave em português
APLICAÇÃO
CULTIVOS PERENES
LARANJA
MECANIZAÇÃO
MODELO COMPUTACIONAL
PESTICIDAS
SIMULAÇÃO
Resumo em português
Uma das culturas perenes de maior importância para o Brasil é a da laranja (Citrus sinensis L. Osbeck). O país ocupa a liderança na produção mundial, com 19,4 milhões de toneladas em 1999, produzindo cerca de 1,2 milhão de toneladas de suco concentrado congelado, rendendo ao país US$ 2,15 bilhões. Um dos aspectos de fundamental importância econômica, para essa cultura, é o controle de pragas e doenças, que pode ultrapassar 40% do custo total de produção. O objetivo deste trabalho foi desenvolver e aplicar um modelo computacional para simular sistemas mecanizados utilizados na aplicação de defensivos em culturas perenes, visando a redução de custos. O modelo, desenvolvido em Visual Basic 6.0, tem as rotinas de cálculos com base em dados encontrados na literatura e de observações obtidas em campo. A validação foi realizada através de comparações dos dados fornecidos pelo modelo com os da literatura e os levantados em uma propriedade agrícola produtora de laranja, mostrando que o mesmo está apto para realizar simulações de sistemas mecanizados auxiliando os produtores nas tomadas de decisões. Através da análise de sensibilidade foi possível observar que os fatores como volume de calda, velocidade de aplicação, preços de aquisição das máquinas e do óleo diesel são os que mais influenciam o custo da maquinaria. Baixas taxas de eficiência operacional podem elevar o custo da operação em até 200%. Com a elaboração dos cenários pôde-se observar que os fatores climáticos podem dobrar a necessidade de sistemas mecanizados e que o aumento da jornada de trabalho de 8 h para 10 h por dia pode reduzir em 21% a necessidade de sistemas. O aumento da velocidade de aplicação de 0,55 m.s-1 para 1 m.s-1 foi a que mais influenciou na necessidade de sistemas mecanizados, na capacidade de campo operacional e no custo com máquinas. Reduções de até 51% no custo das máquinas e de 20 a 25% nos produtos fitossanitários foram obtidos com ) a associação de alternativas do sistema básico. No total contabilizam uma redução no custo total da operação em até 30%, cerca de US$ 117 mil
Título em inglês
not available
Resumo em inglês
not available
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
TachibanaAlexandre.pdf (11.66 Mbytes)
Data de Publicação
2018-11-27
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.