• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2018.tde-20181127-162104
Documento
Autor
Nome completo
Anna Julia Passold
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2002
Orientador
Título em português
Seleção de indicadores para o monitoramento do uso público em áreas naturais
Palavras-chave em português
ECOTURISMO
IMPACTOS AMBIENTAIS
MANEJO AMBIENTAL
MONITORAMENTO
RESERVAS NATURAIS
VISITANTES
Resumo em português
O planejamento e implantação de estratégias de manejo que permitam a realização de atividades recreacionais em áreas naturais protegidas, sem alterar significamente os processos naturais, tem sido um dos desafios enfrentados pelos administradores dessas áreas. Os programas de monitoramento de impacto do uso público oferecem aos administradores uma ferramenta objetiva para acompanhar as condições naturais do meio, e verificar a amplitude do impacto causado pelos visitantes. Os métodos utilizados atualmente para avaliar os impactos decorrentes do crescente número de visitantes em áreas naturais, utilizam indicadores representativos que refletem alterações ecológicas ocasionadas pelo uso público. Indicadores eficientes para este objetivo apresentam características desejáveis que incluem: 1) diretamente observáveis; 2) relativamente fáceis de medir; 3) relacionados aos objetivos da área, 4) sensíveis às mudanças nas condições de uso e 5) respondem ao manejo. A seleção de indicadores torna-se, portanto, determinante para a implantação de programas de monitoramento eficientes. O tema principal desse estudo refere-se na escolha de indicadores de impacto do uso público que sejam efetivos, para o programa de monitoramento do uso público no Parque Estadual Intervales. Para atingir seus objetivos, o estudo propôs em linhas gerais; 1) a realização de um seminário com pesquisadores envolvidos com o parque para discussão da efetividade dos indicadores utilizados no programa de monitoramento; 2) a avaliação dos indicadores através de critérios pré-estabelecidos; 3) teste de campo com os monitores locais e com especialistas em impactos da recreação, utilizando os indicadores selecionados e, 4) análise dos indicadores para detectar significativamente as diferenças entre os avaliadores; 5) seleção final dos indicadores. Para o Parque Estadual Intervales, os indicadores selecionados para monitoramento a cada dois anos, foram: ) presença de serrapilheira, número de árvores com raízes expostas, área de vegetação degradada, número de trilhas não oficiais, presença de lixo, número de árvores danificadas. Indicadores relacionados com acontecimentos esporádicos e que não são diretamente observáveis no momento da medição, devem ser registados em um livro de ocorrências. Estes indicadores referem-se às ocorrências relacionadas com as condições das trilhas, com a fauna, vegetação, acidentes e comportamento do visitante
Título em inglês
not available
Resumo em inglês
not available
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
PassoldAnnaJulia.pdf (3.18 Mbytes)
Data de Publicação
2018-11-27
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.