• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Mémoire de Maîtrise
DOI
Document
Auteur
Nom complet
Pedro Nacib Jorge Neto
Adresse Mail
Unité de l'USP
Domain de Connaissance
Date de Soutenance
Editeur
São Paulo, 2019
Directeur
Jury
Pizzutto, Cristiane Schilbach (Président)
Baldassarre, Hernan
Pinheiro, Sonia Regina
Titre en portugais
Biotecnologias reprodutivas aplicadas à produção de embriões in vitro de onça-parda (Puma concolor) e onças-pintadas (Panthera onca)
Mots-clés en portugais
Aspiração folicular
Comportamento reprodutivo
Laparoscopia reprodutiva
Maturação in vivo
Vitrificação de oócitos
Resumé en portugais
Toda a relevância que onça-pintada e a onça-parda, como predadores topo de cadeia, têm para a fauna brasileira é incompatível com a carência de trabalhos relacionados à biotecnologia reprodutiva em fêmeas destas espécies. Visando suprir parte desta carência, este trabalho teve como objetivo descrever o comportamento copulatório da onça-pintada; padronizar a técnica de aspiração folicular por laparoscopia em onçaspardas e pintadas; avaliar a qualidade e quantidade de oócitos de onças-pardas e pintadas maturados in vivo e in vitro; avaliar a viabilidade de oócitos desvitrificados; produzir de embriões in vitro de onças-pardas e pintadas a partir de oócitos maturados in vivo e in vitro; e avaliar a ovulação espontânea em onças-pintadas mantidas em cativeiro. Informações básicas sobre o comportamento reprodutivo das onçaspintadas são de extrema importância para o manejo, desenvolvimento de projetos de reprodução assistida e conservação. O comportamento copulatório da onça-pintada foi descrito de forma qualitativa, a partir dos primeiros sinais de proceptividade feminina e até a finalização da cópula. Descobrimos que quase metade dos eventos de copulação de Panthera onca pode ocorrer sem penetração peniana e, nesses casos, acredita-se que a ejaculação não ocorra. Várias cópulas ocorreram durante o estro feminino. Consistente com os pensamentos relatados por outros, acreditamos que esse comportamento pode ser necessário para promover múltiplas ovulações e para garantir um número suficiente de penetrações penianas bem-sucedidas com a ejaculação, garantindo assim que um número adequado de espermatozoides fertilizantes normais seja depositado na vagina. A LOPU é um procedimento seguro para obtenção de oócitos de boa qualidade visando a multiplicação de felinos selvagens como parte de estratégias de conservação, especificamente onças-pardas e onças-pintadas, que são consideradas vulneráveis no Brasil. Protocolos utilizando eCG para superestimulação ovariana são eficientes em onças-pardas e onças-pintadas, assim como a indução da ovulação nestas espécies com a utilização do hCG. A vitrificação e desvitrificação dos oócitos se mostraram eficientes, obtendo 86,4% estruturas desvitrificados com êxito em relação à avaliação morfológica. É possível a fertilização in vitro de oócitos de onças-pintadas maturados in vivo, porém novos trabalhos são necessários para a maturação in vitro dos oócitos desta espécie e de onças-pardas. A onça-pintada apresenta ovulação induzida por estímulo sensorial e não uma ovulação espontânea. Pelas dificuldades de trabalho com estes animais, não temos nenhum trabalho que defina a situação (ovulação induzida por estímulo sensorial vs. ovulação espontânea) em forma contundente. A ovulação induzida por estímulo sensorial resulta em um reflexo neurológico que resulta na liberação de GnRH pelo estímulo do hipotálamo médio-basal e subsequentes liberações de LH pela hipófise anterior, induzindo a ovulação.
Titre en anglais
Reproductive biotechnologies applied to in vitro embryo production of pumas (Puma concolor) and jaguars (Panthera onca)
Mots-clés en anglais
In vivo maturation
Ovum pick-up
Reproductive behavior
Reproductive laparoscopy
vitrification of oocytes
Resumé en anglais
All the relevance that jaguar and puma as top-chain predators have for Brazilian fauna is incompatible with the lack of publications related to reproductive biotechnology in females of these species. In order to supply part of this lack, this work had as objective to describe the copulatory behavior of the jaguar; to standardize the follicular aspiration technique by laparoscopy in jaguars and pumas; to evaluate the quality and quantity of oocytes of jaguars and pumas matured in vivo and in vitro; to evaluate the viability of devitrified oocytes of pumas; produce in vitro embryos of jaguars and pumas from in vivo and in vitro matured oocytes; and to evaluate spontaneous ovulation in jaguars kept in captivity. Basic information on the reproductive behavior of jaguars is of extreme importance for the management, development of assisted reproduction and conservation projects. The copulatory behavior of the jaguar was described in a qualitative way, from the first signs of female proceptiveness and until the end of the copula. We found that almost half of Panthera onca coupling events can occur without penile penetration, and in these cases, it is believed that ejaculation does not occur. Several copulas occurred during female estrus. Consistent with the thoughts reported by others, we believe that such behavior may be necessary to promote multiple ovulations and to ensure a sufficient number of successful penile penetrations with ejaculation, thus ensuring that an adequate number of normal fertilizing sperm is deposited in the vagina. LOPU is a safe procedure for obtaining good quality oocytes for the multiplication of wild felines as part of conservation strategies, specifically jaguars and pumas, which are considered vulnerable in Brazil. Protocols using eCG for ovarian overstimulation are efficient in both species, as well as the induction of ovulation in these species with the use of hCG. The vitrification and devitrification of the oocytes proved to be efficient, obtaining 86.4% successful devitrification structures in relation to the morphological evaluation. It is possible do the in vitro fertilization of oocytes of jaguars matured in vivo, but new work is required for the in vitro maturation of oocytes of this species and of pumas. The jaguar exhibits ovulation induced by sensory stimuli and not spontaneous ovulation. Due to the difficulties of working with these animals, there is no publication that defines the situation (ovulation induced by sensorial stimulus vs. spontaneous ovulation) in a forceful way. Sensory stimulationinduced ovulation results in a neurological reflex that results in the release of GnRH by the stimulation of the mid-basal hypothalamus and subsequent releases of LH by the anterior pituitary, inducing ovulation.
 
AVERTISSEMENT - Regarde ce document est soumise à votre acceptation des conditions d'utilisation suivantes:
Ce document est uniquement à des fins privées pour la recherche et l'enseignement. Reproduction à des fins commerciales est interdite. Cette droits couvrent l'ensemble des données sur ce document ainsi que son contenu. Toute utilisation ou de copie de ce document, en totalité ou en partie, doit inclure le nom de l'auteur.
Date de Publication
2019-10-14
 
AVERTISSEMENT: Apprenez ce que sont des œvres dérivées cliquant ici.
Tous droits de la thèse/dissertation appartiennent aux auteurs
CeTI-SC/STI
Bibliothèque Numérique de Thèses et Mémoires de l'USP. Copyright © 2001-2019. Tous droits réservés.