• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.10.2016.tde-14082015-143133
Documento
Autor
Nome completo
Amanda de Abreu Martins
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2014
Orientador
Banca examinadora
Oliveira, Lilian de Jesus (Presidente)
Feder, David
Miglino, Maria Angélica
Título em português
Efeitos do ácido ursólico in vitro em células satélites musculares de cães afetados e portadoras de GRMD
Palavras-chave em português
Células muscular
Distrofia
Metilação
Proteínas
Viabilidade celular
Resumo em português
A Distrofia Muscular de Duchenne (DMD) é uma doença hereditária ligada ao cromossomo ‘X’ que tem como principais características a atrofia e fraqueza muscular progressiva, chegando até mesmo ao comprometimento da musculatura cardíaca e respiratória. A ausência e/ou disfunção da proteína distrofina na DMD faz com que qualquer esforço muscular contribua para deterioração do tecido muscular. Portanto, presente estudo avaliou pela primeira vez os niveis de metilação e hidroximetilação global no músculo esquelético de animais portadores e afetados pela DMD e analisou os efeitos do acido ursólico sobre a viabilidade e producao proteina de linhagens celulas musculares isoladas de animais portadores e afetados pela GRMD. As análises dos niveis de metilação e hidroximetilação sugerem que as células musculares de caes portadores apresentam maiores níveis de hidroximetilação, em geral, o que pode estar associado com a estabilidade e capacidade de reparo celular; o tratamento com ácido ursólico in vitro, aumentou a concentração de proteinas sobre as células cultivadas;no entanto apresentou-se tóxico às células cultivadas in vitro quando em baixas concentrações, para animais portadores e afetados com 6 meses de idade. Ainda que ensaio de viabilidade celular demonstrou que o ácido ursólico pode ser tóxico em determinada concentração, quando comparado com o controle, entretanto, a utilização deste componente parece ser favorável às células
Título em inglês
Effects of ursolic acid in vitro on canine satellite muscle cels isolated from affected and carrier of GRMD
Palavras-chave em inglês
Distrophy
Methilation
Muscular cell
Protein
Viability
Resumo em inglês
The Duchenne muscular dystrophy (DMD) is a hereditary 'X';-linked wasting muscle disease which is characterized by atrophy and progressive muscle weakness that in later stages affects cardiac and respiratory muscles leading to death. The lack and/or dysfunction of dystrophin in DMD induces muscle injury after each muscles contraction leading severe wasting of the muscle tissue. Therefore, for the first time this study assessed the global levels of methylation levels and hydroxymethylation in skeletal muscle of carrier and affected dogs by DMD. Also, we assessed the effects of ursolic acid on the cell viability and protein production of muscle cells lineages isolated from carrier and affected dogs by DMD. The analysis of global levels of methylation and hydroxymethylation showed that muscle cells from carrier dogs had higher levels of global hydroxymethylation when compared to heir affected counterparts, which may be associated with the cellular stability and repair capacity. Taken together, our results showed that there is a difference on global methylation of DNA the skeletal muscle between carrier and affected dogs by DMD, which can be a new prognostic tool for disease progression. Also, the treatment with ursolic acid in vitro increased protein concentration in cultured cells, however ursolic acid showed to be toxic to muscle cells lineages isolated from carrier and affected dogs by DMD at low concentrations. Although cell viability assay showed that ursolic acid may be toxic in certain concentrations, when compared with the control, however, the use of this component appears to be favorable to the cells
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2016-04-06
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.