• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Mémoire de Maîtrise
DOI
10.11606/D.10.2017.tde-30032017-101852
Document
Auteur
Nom complet
Ana Paula Reway
Adresse Mail
Unité de l'USP
Domain de Connaissance
Date de Soutenance
Editeur
Pirassununga, 2017
Directeur
Jury
Silva, Luciano Andrade (Président)
Celeghini, Eneiva Carla Carvalho
Ferreira, Jair Camargo
Titre en portugais
Desenvolvimento de protocolo de sincronização da onda folicular e determinação do momento ideal para indução da ovulação na espécie equina
Mots-clés en portugais
Éguas
Estro
Hormônio
Ovulação
Sincronização
Resumé en portugais
Foram realizados cinco experimentos com o objetivo de sincronização do estro e indução da ovulação em tempo fixo em éguas. Experimento I: avaliou a eficácia de um novo protocolo hormonal para a sincronização do estro, sendo realizado durante o período transicional em éguas cujo status reprodutivo era desconhecido. Experimento II: foi delineado para determinar o momento ideal para retirada dispositivo intravaginal de progesterona (DIP), sendo o dispositivo retirado no dia 7, 8 ou 9 do protocolo de tratamento hormonal. Experimento III: testou se a eficiência do protocolo é dependente da fase do ciclo estral da égua e definiu o melhor momento para indução da ovulação. Experimentos IV e V: as éguas foram submetidas ao protocolo completo de sincronização da onda folicular e indução da ovulação em diferentes fases do ciclo estral ou com status reprodutivo conhecido. A hipótese testada foi de que a sincronização do estro e indução da ovulação, com o uso do DIP de 1,44g provoca a supressão do crescimento folicular e através da indução da ovulação, com hCG e GnRH, promove a ovulação dentro de 42 ± 6 horas de no mínimo 75% dos animais. Para isso, os efeitos das prostaglandinas e progestágenos foram avaliados quanto à capacidade de sincronizar a onda de crescimento folicular. Um novo tratamento para induzir a ovulação em tempo fixo foi testado com uma combinação de GnRH e hCG em dois momentos estratégicos (D10 e D12) visando maximizar o número de éguas ovuladas. O protocolo com administração de prostaglandina no D0, D6 e D8 juntamente com a colocação do DIP mantido durante 8 dias (D0 ao D7) demonstrou ser eficaz para suprimir a taxa de crescimento folicular em éguas cíclicas. Nas éguas submetidas a este protocolo as ovulações que ocorreram naturalmente se concentraram entre os dias 10 e 13 do tratamento. Foi testada a eficiência da indução da ovulação no D10 e D12. Na maioria dos animais tratados, o folículo pré-ovulatório foi responsivo à combinação de GnRH e hCG promovendo o sucesso da indução da ovulação. A eficiência do protocolo hormonal testado para sincronização do estro e da ovulação foi de 76,73%, sustentando a hipótese deste estudo. Novos estudos devem ser realizados em um maior número de animais para possíveis adequações na terapia hormonal e verificação do resultado em um grande número experimental de animais.
Titre en anglais
Development of a follicular wave synchronization protocol and establishment of the ideal time to ovulation induction in mares
Mots-clés en anglais
Estrus
Hormone
Mares
Ovulation
Synchronization
Resumé en anglais
Five experiments were conducted with the objective of estrus synchronization and fixed time ovulation induction in mares. Experiment I: evaluated the efficacy of a new hormonal protocol for estrus synchronization in mares whose reproductive status was unknown during the transitional period. Experiment II: was designed to determine the best time to remove the P4 intravaginal device (PID). The device was removed on day 7, 8 or 9 of the hormonal treatment protocol. Experiment III: tested if protocol efficiency depends on the stage of mares estrus cycle and indicated the best time for hormonal induction of ovulation. Experiments IV and V: mares were submitted to the full protocol of follicular wave synchronization and ovulation induction at different stages of estrus cycle or at known reproductive status. The tested hypothesis was that the estrus synchronization and induction of ovulation, using an PID of 1.44g, causes suppression of follicular growth, and ovulation induction using hCG and GnRH promote ovulation within 42 ± 6 hours of at least 75% of treated animals. The effect of prostaglandin and progestagens at specific times were evaluated for the ability to synchronize follicular wave. A new treatment to induce fixed time ovulation was tested with GnRH and hCG combination in two strategic moments (D10 and D12) to maximize the number of ovulated mares. Administration of prostaglandin at D0, D6 and D8 together with PID maintained for 8 days (D0 to D7) proved to be effective to suppress follicular growth during reproductive period. In mares submitted to this protocol, ovulation occurred naturally and concentrated between D10 and D13. The ovulation induction efficiency was tested at D10 and D12. Most of the animals had preovulatory follicle responsiveness to GnRH and hCG, promoting the success of ovulation induction. The efficiency of the tested synchronization of estrus and ovulation induction protocol was 76.73% and supported the hypothesis of this study. Further studies should be performed on a larger number of animals for possible adjustments in hormonal therapy and verification of the result in a large number of animals.
 
AVERTISSEMENT - Regarde ce document est soumise à votre acceptation des conditions d'utilisation suivantes:
Ce document est uniquement à des fins privées pour la recherche et l'enseignement. Reproduction à des fins commerciales est interdite. Cette droits couvrent l'ensemble des données sur ce document ainsi que son contenu. Toute utilisation ou de copie de ce document, en totalité ou en partie, doit inclure le nom de l'auteur.
Date de Publication
2017-04-25
 
AVERTISSEMENT: Apprenez ce que sont des œvres dérivées cliquant ici.
Tous droits de la thèse/dissertation appartiennent aux auteurs
CeTI-SC/STI
Bibliothèque Numérique de Thèses et Mémoires de l'USP. Copyright © 2001-2020. Tous droits réservés.