• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.10.2006.tde-07022007-152110
Documento
Autor
Nome completo
Liliana Revolledo
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2005
Orientador
Banca examinadora
Ferreira, Antônio José Piantino (Presidente)
Calderaro, Franco Ferraro
Dagli, Maria Lucia Zaidan
Ferreira, Claudete Serrano Astolfi
Sinhorini, Idercio Luiz
Título em português
Estudo da resposta imune, da colonização e invasão por Salmonella enterica subsp enterica sorotipo Typhimurium Nalr em frangos de corte, tratados com glucano, probióticos e produtos de exclusão competitiva
Palavras-chave em português
Exclusão competitiva
Glucanos
Imunidade intestinal
Probióticos
Salmonella
Resumo em português
O efeito de sete tratamentos, contendo β-glucano, um probiótico experimental, e um produto de exclusão competitiva assim como suas associações, foram avaliados frente a um desafio com Salmonella Typhimurium Nalr e na resposta imune, em frangos de corte. Dois experimentos foram realizados; o primeiro experimento apresentou seis tratamentos que consistiram de: a) produto de exclusão competitiva (EC); b) EC + probiótico experimental (LEB); c) EC + betaglucano (G); d) EC+LEB+G; e) controle negativo e f) controle positivo. O segundo experimento, foi delineado com nove tratamentos que consistiram em: a) EC; b) LEB; c) G; d) EC+LEB; e) EC+G; f) EC+LEB+G; g) LEB+G; h) controle negativo e i) controle positivo. Experimento 1: no dia 0 do experimento as aves foram tratadas com 0,1mL de EC por inoculação no inglúvio. No dia 1 do experimento as aves foram desafiadas com 107 CFU/mL de Salmonella Typhimurium (1796NR) Nalr. Durante o período de 1 ao 6 dia, as aves foram tratadas com o tratamento apropriado, e sacrificadas aos 7 dias de idade. Experimento 2: no dia 0 do experimento as aves foram tratadas com 0,1mL de EC por inoculação no inglúvio. Durante 28 dias as aves foram tratadas com o tratamento apropriado. Nos dias 1, 9, 16 e 23 do experimento as aves foram desafiadas com 107 UFC/mL de Salmonella Typhimurium (1796NR) Nalr, e sacrificadas uma semana após cada desafio. Nos dois experimentos, cecos, fígado e baço foram removidos assepticamente e examinados para Salmonellae; e foram colhidas amostras de soro e fluido intestinal, para se avaliar as concentrações de IgG e IgA totais. Os dados foram analisados por análise de variança de uma via, e as médias comparadas pelo teste de Duncan. Os tratamentos EC+LEB+G e LEB+G mostraram uma inibição significativa (p<0,05) de invasão dos órgãos por Salmonella Typhimurium (1796NR) Nalr, com altos níveis de proteção. No segundo experimento, a colonização cecal foi reduzida somente após a segunda semana de tratamento. Os níveis de IgG não foram significativos no soro ou fluido intestinal, mas a concentração de IgA foi significativamente (p<0,05) alta no soro e fluido intestinal, quando comparada com a do controle negativo. Estes resultados sugerem que os tratamentos associados usando produto de EC, probióticos e betaglucano são mais eficazes no controle de Salmonella, do que preparações individuais; estimulando a produção de IgA sistêmica e de mucosas. Outros estudos complementares são necessários para se determinar os mecanismos pelos quais as interações destas substâncias poderiam regular a resposta imune inata.
Título em inglês
Study of immune response, colonization, and invasion by Salmonella enterica subsp. enterica serotype Typhimurium (1796NR) Nalr, in broiler chickens, treated with glucans, probiotics, and competitive exclusion products
Palavras-chave em inglês
Competitive exclusion
Glucans
Immunity
Probiotics
Salmonella
Resumo em inglês
The effects of seven treatments, containing β-glucan, experimental probiotic, competitive exclusion products and their associations were evaluated, on a Salmonella Typhimurium Nalr challenge and assessment of the immune response, in broiler chickens. Two sets of trials were performed; the first trial was arranged with six treatments. Treatments in the first set consisted of a) commercial competitive exclusion (EC), b) EC + experimental probiotic (LEB), c) EC + betaglucan (G), d) EC+LEB+G, e) negative control, and e) positive control. The second one, was designed with nine treatments consisted of a) EC, b) LEB, c) G, d) EC+LEB, e) EC+G, f) EC+LEB+G, g) LEB +G, h) negative control, and i) positive control. Trial 1: on day 0 birds were administered 0,1mL of the EC treatment by oral gavage. On day 1, birds were challenged with 107CFU/mL of Salmonella Typhimurium (1796NR) Nalr. During 1 to 6 days, birds were administered of appropriate treatment, and were sacrificed at 7 days of age. Trial 2: on day 0 birds were administered 0,1mL of the EC treatment by oral gavage. During 28 days, birds were administered of appropriate treatment. On day 1, 9, 16 and 23 birds were challenged with 107CFU/mL of Salmonella Typhimurium (1796NR) Nalr, and were sacrificed one week after challenge. In two sets of trials, ceca, liver and spleen were aseptically removed and examined for salmonellae; and were taken serum and intestinal fluid samples, in order to evaluate total antibody concentrations of IgG and IgA. Data were analyzed by one-way analysis of variance, and means compared by Duncan′s test. Treatments EC+LEB+G and LEB+G resulted in a significant inhibition (p<0,05) in Salmonella Typhimurium (1796NR) Nalr organ invasion offering a higher level of protection. In the second set of trial, colonization was reduced after the second week of treatment. IgG was no significantly in serum and intestinal fluid samples, but IgA was found significantly (p<0,05) higher in serum and intestinal fluid samples, when compared to control ones. These results suggest that associated treatment using EC products, probiotics and betaglucans are more effective in Salmonella control, than individual preparations; stimulating the systemic and mucosal immune response mediated by IgA. Further research is necessary to determine the mechanisms by which the interaction of these substances could regulate avian innate immune response.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
LilianaRevolledo.pdf (460.18 Kbytes)
Data de Publicação
2007-05-02
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.