• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Disertación de Maestría
DOI
10.11606/D.10.2016.tde-14082015-140756
Documento
Autor
Nombre completo
Marcello Vannucci Tedardi
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2014
Director
Tribunal
Dagli, Maria Lucia Zaidan (Presidente)
Cogliati, Bruno
Latorre, Maria do Rosario Dias de Oliveira
Título en portugués
Estudo da viabilidade da implantação de um registro de câncer animal na cidade de São Paulo, SP, Brasil
Palabras clave en portugués
Cão
Epidemiologia
Gato
Neoplasia
Registro de câncer
Resumen en portugués
Registros de Câncer são sistemas padronizados, flexíveis e multicêntricos para coleta de dados de pacientes com neoplasias, permitindo a obtenção de dados epidemiológicos de alta qualidade a um baixo custo. Eles podem ser de base populacional, abrangendo todos os casos de uma área geográfica delimitada, possibilitando calcular sua incidência e sobrevida, quanto de base hospitalar, coletando dados sobre o paciente para uso em pesquisa, educação continuada e melhoria dos atendimentos. Essas abordagens, na Medicina Veterinária, tiveram início na década de 60 com o Kansas Animal Tumor Registry (1961) e com o California Animal Tumor Registry (1963). Desde então, outras iniciativas similares surgiram nos Estados Unidos, Canadá, Noruega, Dinamarca, Suécia e Reino Unido. Esses registros, concentrados no Hemisfério Norte, não existem ainda na América Latina. Este trabalho teve como objetivo avaliar a viabilidade de implantação de um Registro de Câncer Animal na cidade de São Paulo, SP, Brasil. Elaborou-se um registro piloto para permitir entender a sua viabilidade em larga escala quanto Sistema de Informação em Saúde. Foram desenvolvidos identidade, logotipo, formulários de admissão e seguimento, e um software especializado, o SIRCA-SP, para o funcionamento do Registro de Câncer Animal de São Paulo (RCA-SP). O fluxo de informação foi planejado para que a coleta pudesse ser realizada de forma multicêntrica, padronizada e sigilosa. A análise preliminar dos dados permite entender as características da distribuição local do câncer e o potencial do RCA-SP. O estudo de viabilidade foi realizado através de parâmetros definidos pelo Center for Diseases Control, Atlanta, EUA. O RCA-SP foi criado, em 2013, como um registro de base hospitalar que coleta informações sobre cães e gatos diagnosticados com câncer a partir de janeiro de 2012 em hospitais, clínicas e serviços autônomos veterinários sediados na cidade de São Paulo. O software SIRCA-SP foi desenvolvido para otimizar e garantir a qualidade dos dados coletados, consolidados e armazenados pelo RCA-SP. O sistema possui interface amigável e pode ser acessado via internet. Os formulários foram padronizados e geram dados comparáveis aos outros Registros de Câncer em animais e humanos. Avaliação preliminar dos dados demonstra predomínio, nos 645 casos registrados de cães (96,58%) e de fêmeas (80,15%). As localizações de câncer mais comuns foram em glândula mamária (63,88%), pele (17,98%) e em órgãos genitais (5,43%). O sistema demonstrou ser simples, flexível, bem aceito, oportuno e útil. A sua representatividade, por ser projeto piloto, é pequena, mas tenderá a aumentar com adesão de novas fontes notificadoras. O sistema não possui mecanismos de garantia de sua exaustividade. Algumas soluções como o sistema de pré-verificação de inclusão, projetado para evitar entrada duplicada de dados, e a integração entre prontuário eletrônico e os campos de interesse epidemiológico auxiliam na distribuição de responsabilidades do registro aos usuários e, consequente, diminuição de custos operacionais. A implantação de um Registro de Câncer Animal na cidade de São Paulo mostrou-se viável e a coleta multicêntrica é realizada de forma contínua e ininterrupta
Título en inglés
Feasibility study of the implantation of an animal cancer registry in Sao Paulo, SP, Brazil
Palabras clave en inglés
Cancer registry
Cat
Dog
Epidemiology
Neoplasia
Resumen en inglés
Cancer Registries are flexible, multicentric and standardized systems to collect data from patients with neoplasia, allowing the epidemiological registry of high quality data, at low cost. They can be classified as population-based, covering all cases in a defined geographical area, allowing incidence and survival calculation, or, hospital-based, collecting data about the patient for research, continuing education and improvement of care. Those approaches started in Veterinary Medicine in the 60’s, with the Kansas Animal Tumor Registry (1961) and the California Animal Tumor Registry (1963). Since then, other similar initiatives have emerged in United States, Canada, Norway, Denmark, Sweden, Italy and United Kingdom. Those registries, concentrated in North Hemisphere, were absent in Latin America up to now. This study aimed to assess the feasibility of implementing an Animal Cancer Registry in Sao Paulo, SP, Brazil. A pilot cancer registry system was developed to allow understanding its feasibility, in large scale, as a Health Information System. An identity, logo, admission and follow-up forms were developed, and a specialized software, the SIRCA-SP, for Sao Paulo Animal Cancer Registry (RCA-SP) operation was standardized. An information flow was planned, so that the collection could be performed in a multicentric, standardized and confidential way. Preliminary analysis of the data allowed the understanding of local cancer distribution characteristics and the RCA-SP potential. The feasibility study was perform using parameters defined by the Centers for Disease Control, Atlanta, USA. The RCA-SP, created in 2013, is a hospital-based cancer registry, which collects information about dogs and cats diagnosed with cancer since January 2012 in hospitals, clinics and veterinary autonomous services in Sao Paulo, SP, Brazil. The SIRCA-SP was designed to optimize and ensure the quality of data collection, consolidation and storing by RCA-SP. The system has a friendly interface and can be access via Internet. The forms were standardized and generate data comparable to other cancer registries in animals and humans. Preliminary survey data shows predominance, in the 645 cases, of dogs (96.58%) and females (80.15%). The most common cancer location were mammary gland (63.88%), skin (17.98%) and genitals (5.43%). The system proved to be simple, flexible, well accepted, timely and useful. As a pilot study, its representativeness is still small, but tends to increase with the accession of new reporting sources. The system has no assurance mechanisms of their completeness. Some solutions such, as the pre-verification tool, designed to avoid duplicated entries, and the electronic medical records integration with the standard epidemiological fields, share the fields to assist in the distribution of registry responsibilities to users and, consequently, decrease operating costs. The implementation of an Animal Cancer Registry in São Paulo proved to be feasible, and the multicentric collection is ready to be carried out continuously and uninterruptedly
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2016-04-13
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2020. Todos los derechos reservados.