• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.10.2003.tde-03052004-155516
Documento
Autor
Nome completo
Carlos Henrique de Azeredo Lima
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2003
Orientador
Banca examinadora
Jerez, Jose Antonio (Presidente)
Ito, Fumio Honma
Pituco, Edviges Maristela
Sakamoto, Sidnei Miyoshi
Soares, Rodrigo Martins
Título em português
Estomatite Vesicular Alagoas: estudo da transmissão entre tilápias nilóticas (Oreochromis niloticus) experimentalmente inoculadas e cobaios (Cavia porcellus) através da água e desenvolvimento de um método diagnóstico
Palavras-chave em português
epidemiologia
estomatite vesicular animal
rhabdoviridae
tilápia
transmissão de doenças
Resumo em português
Diante da necessidade de responder algumas indagações relacionadas a epidemiologia da Estomatite Vesicular, principalmente aquelas que dizem respeito a ocorrência de surtos em locais onde existem coleções d'água, foi desenvolvido um modelo de transmissão do VSA utilizando a água como via de transmissão, a tilápia nilótica, inoculada intraperitonealmente, como fonte de infecção e o cobaio como hospedeiro susceptível. O objetivo da utilização deste modelo biológico de transmissão do Vírus da Estomatite Vesicular foi de avaliar o papel desempenhado pelos peixes no ciclo epidemiológico, propor um modelo de ciclo epidemiológico do VSA, destacando o papel da água como via de transmissão e padronizar uma técnica de RT-PCR para a detecção do VSA, em amostra de tecidos. Através do modelo desenvolvido, fica demonstrado que estes peixes eliminaram partículas virais na água, decorridos 13 dias pós-inoculação e que esta última se caracteriza como via de transmissão, possibilitando a infecção dos hospedeiros susceptíveis (cobaios) através de inoculações experimentais em coxim plantar. A tilápia nilótica pode ser considerada como uma fonte de infecção, por ser capaz de eliminar um agente infeccioso no meio ambiente e através de uma via de transmissão este agente alcançou o hospedeiro susceptível; os peixes podem ser inseridos no ciclo epidemiológico da Estomatite Vesicular como fonte de infecção, sendo capazes de eliminar na água partículas virais infectantes, destacando o papel da água como via de transmissão; fica padronizada uma técnica de RT-PCR dirigida ao gene codificador da proteína RNA-polimerase, útil para a detecção direta do Vírus da Estomatite Vesicular Alagoas e Indiana em amostras de tecidos.
Título em inglês
Vesicular Stomatitis Alagoas: study of the transmission between experimentally inoculated nile tilapia (Oreochromis niloticus) and guinea pigs (Cavia porcellus) through water and the development of a diagnosis method
Palavras-chave em inglês
disease transmission
epidemiology
rhabdoviridae
tilapia
vesicular stomatitis
Resumo em inglês
A model of transmission of Vesicular Stomatitis was developed to Vesicular Stomatitis Alagoas (VSA) serotype employing water as a way of transmission, the Nile tilapia intraperitoneal inoculated as a source of infection and guinea pigs as susceptible hosts aiming to answer many questions concerning Vesicular Estomatitis epidemiology, as the risk of disease on farms with dose relationship with riverine areas and the role of fishes in the epidemiological cycle of the disease. Furthermore, a RT-PCR assay was developed to detect VSA in tissue samples. According to the experimental transmission, fishes eliminated virus into the water after 13 days pos-infection and a model to VSA epidemiological cycle is proposed in which water was characterized as a way of transmission, carrying the virus to the susceptible host through experimental inoculation and the Nile tilapia should be thought as a source of infection, once it was able to eliminate the infective agent into the environment. A useful tool to the diagnosis of both Indiana and Alagoas serotypes was developed.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2011-03-04
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.