• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.10.2017.tde-17052017-160015
Documento
Autor
Nome completo
Raphael Mausbach Simão
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Ferreira, Helena Lage (Presidente)
Felippe, Paulo Anselmo Nunes
Oliveira, Danielle Bruna Leal de
Título em português
Detecção e caracterização de coronavirus aviário em aves silvestres de cativeiro
Palavras-chave em português
Aves silvestres
Coronavirus
Vigilância
Resumo em português
As aves silvestres são consideradas importantes reservatórios de diversos vírus aviários que podem afetar aves comerciais. Dessa forma, o monitoramento das aves silvestres é fundamental para garantir a sanidade dos plantéis avícolas brasileiros. Nos últimos anos, o número de espécies de aves nas quais os coronavírus aviários foram encontrados aumentou vertiginosamente em diversos países. Contudo, poucos estudos envolvendo a detecção de coronavírus aviários em aves de cativeiro e aves silvestres ou sinantrópicas foram realizados no Brasil. Assim, o presente estudo teve como objetivo identificar a presença dos coronavírus aviários em aves silvestres no Brasil e caracterizá-los molecularmente. As amostras foram testadas através do teste de RRT-PCR para detecção do gene UTR do IBV, bem como uma nested-PCR para detecção do gene S1 dos coronavírus aviários. O sequenciamento de alto desempenho foi utilizado para caracterizar os vírus detectados. No total, foram testadas 300 amostras de aves silvestres (147 suabes orofaringeanos e 153 suabes cloacais). No total, 27 amostras foram positivas pelo teste RRT-PCR. Duas amostras de Anseriformes das amostras positivas no teste de RRT-PCR foram selecionadas para sequenciamento de alto desempenho. Em ambas as amostras sequenciadas foi constatada a co-infecção pelos vírus da bronquite infecciosa e vírus da doença de Newcastle. A análise das amostras demonstrou alta identidade com vírus vacinais, o que demonstra que estirpes vacinais utilizadas na imunização de aves de produção circulam em aves silvestres e de produção de subsistência.
Título em inglês
Molecular detection and characterization of avian coronavirus in samples from captive birds
Palavras-chave em inglês
Coronavirus
Surveillance
Wild birds
Resumo em inglês
Wild birds are an important reservoir of different viruses that can affect poultry. Viral surveillance in wild birds is, thus, extremely important to ensure the poultry heal in Brazil. In recent years, the number of species of birds in which avian coronaviruses have been found skyrocketed in several countries. However, few studies involving the detection of avian coronaviruses in captive wild birds or wild life birds were conducted in Brazil. Thus, the present study aimed to identify the presence of avian coronaviruses in Brazil and characterize them molecularly. Samples were tested by RRT-PCR test for detection of the UTR gene of IBV, as well as a nested-PCR for detection of S1 gene. In total, 300 samples of wild birds (147 oropharyngeal swabs and 153 cloacal swabs) were tested. In total, 27 samples were positive in RT-PCR assay. Two positive samples in RRT-PCR assay were selected for Next-generation sequencing. In both sequenced samples, co-infection with infectious bronchitis virus and Newcastle disease virus was found. The analysis of samples showed identity with vaccinal strains used in immunization of commercial flocks circulate in wild birds and subsistence flocks.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-06-07
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.