• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.10.2009.tde-26112009-114156
Documento
Autor
Nome completo
Yara Ferreira Figueira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Pirassununga, 2009
Orientador
Banca examinadora
Gobesso, Alexandre Augusto de Oliveira (Presidente)
Albuquerque, Ricardo de
Ferraz, Luis Eduardo dos Santos
Título em português
Transferência placentária e colostral de selênio em éguas gestantes suplementadas com fonte orgânica e inorgânica de selênio
Palavras-chave em português
Colostro
Eqüino
Placenta
Selenito de sódio
Selenometionina
Resumo em português
O selênio durante a fase fetal e na lactação é de vital importância para o correto desenvolvimento dos sistemas imunológico, muscular e antioxidante dos potros. Existe pouca informação na literatura a qual seria a melhor fonte e o melhor momento para suplementar eqüino, assim como qual o grau de transferência placentária ou colostral. O presente estudo teve como objetivo avaliar a capacidade de transferência placentária e colostral de duas fontes dietéticas de selênio, utilizando como parâmetros os níveis plasmáticos de éguas e potros, e do colostro e do leite. Foram utilizadas 24 éguas gestantes, divididas em três grupos iguais e distribuídas seguindo um delineamento inteiramente casualizado. Grupo I suplementado por via oral com selenito de sódio como fonte inorgânica, grupo II suplementado por via oral com selenometionina como fonte orgânica, e grupo III controle, sem suplementação. A suplementação teve início no último terço da gestação até o sétimo dia pós-parto. Foram colhidas amostras de sangue das éguas, no dia do inicio do teste e no dia do parto, dos potros do nascimento e sétimo dia, e do leite no primeiro e sétimo dia pós-parto. A quantidade de selênio no colostro foi maior (p<0,05) no grupo suplementado com selenito de sódio (59,18 ± 14,5) quando comparada ao grupo do selenometionina (24,27 ±15,9). No plasma dos potros foi observada uma maior (p<0,05) presença de selênio naqueles animais do grupo suplementado com selenito de sódio (61,7 ± 34,4), quando comparada ao grupo do selenometionina (36,7 ± 17,3). Foi possível concluir que o selenito de sódio apresenta maior taxa de transferência placentária e colostral que o selenometionina, resultando em níveis colostrais e plasmáticos maiores, tanto nas éguas quanto nos potros.
Título em inglês
Colostral and placentary transference of organic or inorganic selenium in supplemented pregnant mares
Palavras-chave em inglês
Colostrum
Equine
Placenta
Selenometionine
Sodium selenite
Resumo em inglês
Selenium is of vital importance for the correct development of immunologic, muscular and antioxidant systems of foals. There is not much information in literature about the best source and the best moment to supplement equines as well as to the level of placenta and colostrums transference. The objective was evaluate the capacity of placenta and colostrums transference of two dietetic sources of selenium, using plasma levels of mares and foals and colostrums and milk as parameters. Twenty four pregnant mares were studied, divided in three equal groups and distributed according to randomized design. Group I was supplemented with sodium selenite as inorganic source, group II was supplemented selenometionine as organic source, in equal quantities, from the beginning of the last third of gestation until the seventh day after birth and group III was control. The quantity of selenium in the colostrums was higher (p<0,05) in the group supplemented with sodium selenite (59,18 ± 14,5) when compared to the selenometionine group (24,27 ±15,9). In the plasma of foals it was observed a higher (p<0,05) presence of selenium than in those animals of the group supplemented with sodium selenite (61,7 ± 34,4) when compared to the selenometionine group (36,7 ± 17,3). The results of this study are that the sodium selenite presents higher taxe of placenta and colostrums transference than selenometionine, resulting in higher colostrums and plasmatic levels in mares and foals.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2010-04-27
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.