• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.10.2014.tde-12092014-102020
Documento
Autor
Nome completo
Sandro Colla
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2014
Orientador
Banca examinadora
Fernandes, Wilson Roberto (Presidente)
Baccarin, Raquel Yvonne Arantes
Roncati, Neimar Vanderlei
Título em português
Comparação entre os tempos de apoio e suspensão dos membros anteriores de equinos por meio da acelerometria
Palavras-chave em português
Acelerometria
Biomecânica
Equinos
Tempos das passadas
Resumo em português
Os equinos são animais muitas vezes utilizados para práticas esportivas sendo assim o sistema músculo esquelético o mais importante dentro da prática da Medicina Veterinária nestes animais. As claudicações decorrentes de esforços físicos excessivos ou repetidos somados às deficiências de aprumos e nutrição inadedequadas apresentam uma importância econômica bastante relevante na equinocultura mundial. Diversos esforços tem sido realizados na tentativa de aperfeiçoar o exame tradicional de claudicação. Métodos objetivos, por avaliações cinéticas e cinemáticas, apresentam a vantagem de serem mais precisos, possibilitarem comprovação científica dos achados clínicos e eliminam o viés de interpretação por parte do examinador. O presente estudo teve por objetivo avaliar a utilização da acelerometria na determinação dos tempos de apoio, tempos de suspensão e tempo total das passadas de equinos ao trote (3,5 m/seg.) em esteira de alta velocidade. Cinco equinos adultos (10 a 20 anos de idade) da raça Puro Sangue Árabe foram instrumentados com um acelerômetro triaxial na região dorsal dos cascos dos membros anteriores. Foram analisadas 120 passadas de cada membro para determinação dos tempos de apoio, suspensão e totais e foram calculadas as diferenças estatísticas entre os tempos dos mesmos membros, entre os membros direito e esquerdo do mesmo animal e entre os animais. Todos os valores obtidos dos mesmos membros foram estatisticamente semelhantes em todos os animais (variância ≤ a 0,0087 seg.). Os tempos de apoio entre os membros direito e esquerdo foram diferente estatisticamente em 3 animais, os tempos de suspensão em 1 animal, e os tempos totais não diferiram em nenhum animal, porém esta variação encontrou-se em milésimos de segundo. Quando realizada a comparação entre os animais, houve diferença estatística em todos os valores mensurados, utilizando para p <0,05. Podemos concluir que a utilização da acelerometria foi eficiente na obtenção dos tempos de apoio, de suspensão e tempos da passada no modelo proposto e que as diferenças estatísticas encontradas em alguns resultados possivelmente não apresentam significância na aplicabilidade clínica sugerida. Estudos futuros com a utilização de animais claudicantes e grupo controle são necessárias para validação da utilização do método para exames de claudicação e controles de tratamentos.
Título em inglês
Comparison between equine forelimb stance and swing phases by accelerometry
Palavras-chave em inglês
Acelerometry
Biomechanic
Equine
Step times
Resumo em inglês
Horses are animals usually used for sports, so the locomotor system plays the most important role in the equine veterinary medicine practice. Lameness resulting from excessive or repetitive physical efforts, plus conformation defects, nutrition and training represents a relevant economical amount in the global equineculture. Many efforts have been made to try improving the traditional lameness exam. Objective methods, like kinetic and kinematics evaluations, shows advantages such a precision, possibility of scientific evidences of clinical findings and elimination of observer interpretation bias. The present study has the objective to evaluate the utilization of acceletometry in the determination of stance phase, swing phase and total time of steps of horses trotting (3,5 m/s) on high speed treadmill. Five adult horses (10 -20 years old) Arabs were instrumented with a triaxial accelerometer in the dorsal aspect of forelimb hooves. It was analyzed 120 steps for each limb to determine the stance, swing phases and total time of steps and the statistical differences between the same limb, between the right and left limb of the same horse and between horses were calculated. All values obtained from the same limb were statistically similar in all horses (variance ≤ 0,0087 sec.). The stance phase time between right and left forelimbs were statistically different in 3 horses, the swing phase time were different in 1 horse and the total time was not different in all horses; nevertheless the variation was found in thousandth of a second. When compared the values between the horses, there was statistical difference in all measured values, considering p <0, 05. We could conclude that the utilization of accelerometry was capable to obtain the stance phase, swing phase and total time of steps in the proposed model and the statistical differences founded in some results possible do not represent significance in the clinical applicability. Future researches utilizing lame horses and control groups are necessary to validate the utilization the method for lameness examination and treatment controls.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2014-11-03
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.