• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.10.2016.tde-17112016-120744
Documento
Autor
Nome completo
Bruno Leonardo Mendonça Ribeiro
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2016
Orientador
Banca examinadora
Gregory, Lilian (Presidente)
Celeghini, Eneiva Carla Carvalho
Meira Junior, Enoch Brandão de Souza
Título em português
Avaliação do útero bovino com endometrite utilizando a técnica de ultrassonografia Doppler
Palavras-chave em português
Diagnóstico
Puerpério
Útero
Vacas
Vascularização
Resumo em português
Durante o puerpério há muita incidência de doenças reprodutivas acarretando aumento do intervalo entre partos, bem como diminuição na taxa de concepção. A endometrite é uma enfermidade puerperal que se caracteriza por um processo inflamatório superficial do endométrio. Com o intuito de se obter novas ferramentas diagnósticas não invasivas, precisas e que proporcionam resultados precoce à reprodução, faz-se uso da ultrassonografia convencional associada a ferramenta Doppler que fornece informações em tempo real sobre a arquitetura vascular e os aspectos hemodinâmicos dos vasos em diversos órgãos. Este estudo tem por objetivo descrever, através da ultrassonografia Doppler, as alterações hemodinâmicas no útero de fêmeas bovinas causadas pela endometrite. Avaliou-se o trato reprodutivo feminino de vacas entre 25 a 35 dias pós-parto utilizando a vaginoscopia, ultrassonografia convencional e Doppler, além de citologia e exame microbiológico em 89 vacas Holandesas sendo 33 sadias (controle) e 56 com endometrite diagnosticadas por citologia (saudáveis <10% de polimorfonucleares). Os resultados obtidos destacam-se a que animais com endometrite apresentavam aumento de cérvix (p=0,04), e de útero representado pelo corno esquerdo (p=0,02). Porém não foi observado diferença quando comparado os escore de condição corporal (ECC). Quanto a ultrassonografia notou-se que animais com fluido intrauterino (FIU) e conteúdo heterogêneo intrauterino (CHIU) tinham endometrite (p<0,0001), além de correlação com a presença de Trueperella pyogenes e leveduras. Com o modo cores do Doppler obteve-se a vascularização de mesométrio (p=0,004) e endométrio (p=0,025) associada aendometrite. Entretanto não foi observado diferença estatística nas medidas do Doppler espectral (índice de resistividade, pulsatilidade e fluxo sanguíneo). Portanto a busca de novas técnicas, menos invasivas e de rápido resultado, como a ultrassonografia Doppler, podem fornecer respostas satisfatórias quanto a evolução de alterações uterinas e com isso associar os resultados à precocidade reprodutiva.
Título em inglês
Evaluation of bovine uterus with endometritis using Doppler ultrasound technique
Palavras-chave em inglês
Cows
Diagnostics
Puerperium
Uterus
Vascularization
Resumo em inglês
During the puerperium period there is a high incidence of reproductive diseases resulting in increased calving interval and decrease in conception rate. The endometritis is a postpartum disease that is characterized by a superficial inflammation of endometrium. With the aim to obtain new non-invasive and accurate diagnostic tools, that provide early results in reproduction, it is possible to be used the conventional ultrasound associated to Doppler that provides real time information about vascular architecture and hemodynamic aspects of vessels in several organs. This study aims to describe, through Doppler ultrasound, hemodynamic changes in the uterus of cows caused by endometritis. Were evaluated the female reproductive tract of 89 Holstein cows between 25 to 35 days postpartum using vaginoscopy, conventional ultrasound and Doppler, as well as cytology and microbiological examination. From the 89 animals that were studied, 33 were healthy (control) and 56 with endometritis diagnosed by cytology (healthy <10% polymorphonuclear). The obtained results show that animals with endometritis had increase in cervix (p = 0.04) and the uterus represented by left uterine horn (p = 0.02). However, it was not detected difference when compared the body condition score (BCS). About the ultrasound was noted that animals with intrauterine fluid (IUF) and intrauterine heterogeneous content (IUHC) had endometritis (p <0.0001) correlation with the presence of Trueperella pyogenes and yeasts. With the color Doppler mode it was possible to obtain the vascularization of mesometrium (p = 0.004) and endometrium (p = 0.025) associated with endometritis. However, it was not observed statistical difference in the measurements of the spectral Doppler (resistance index, pulsatility and blood flow). Therefore, the search for new techniques, less invasive and fast result, as the Doppler ultrasound can provide satisfactory answers as the evolution of uterine changes and thereby associate the results to the reproductive precocity.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2016-12-07
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.