• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Mémoire de Maîtrise
DOI
10.11606/D.100.2018.tde-30102018-145151
Document
Auteur
Nom complet
Fernanda Maria Pinheiro Amâncio
Adresse Mail
Unité de l'USP
Domain de Connaissance
Date de Soutenance
Editeur
São Paulo, 2018
Directeur
Jury
Cordeiro, Daniel de Angelis (Président)
Eler, Marcelo Medeiros
Fortes, Renata Pontin de Mattos
Kelner, Judith
Titre en portugais
Percepção sobre segurança e privacidade infantil em relação a brinquedos inteligentes: um estudo comparativo entre países de diferentes níveis de desenvolvimento
Mots-clés en portugais
Brinquedos Inteligentes
Crianças
Privacidade
Segurança
Resumé en portugais
Brinquedos infantis tornaram-se sofisticados ao longo dos anos, evoluindo de produtos físicos simples a brinquedos que acoplam o mundo digital por meio de software e hardware. Com essa sofisticação, veio à tona potenciais problemas de segurança e privacidade infantil em relação ao uso de brinquedos inteligentes. Um brinquedo inteligente consiste de um componente de brinquedo físico conectado a um sistema computacional com serviços on-line para melhorar a funcionalidade de um brinquedo tradicional. Esse tipo de brinquedo ainda não é amplamente conhecido em países com economia em desenvolvimento, como o Brasil. Dessa forma, não se sabe a opinião de consumidores desse tipo de país em relação à aceitação dessa tecnologia quando ela estiver disponível. Esta dissertação de mestrado realizou um estudo comparativo entre países de diferentes níveis de desenvolvimento, avaliando a percepção sobre segurança e privacidade infantil em relação a brinquedos inteligentes. Aspectos como intenção de compra e percepção de inovação foram levados em consideração, pois essas duas percepções podem influenciar a percepção sobre segurança e privacidade infantil. Essas comparações de percepções ainda foram consideradas para variações de gênero e níveis de escolaridade, considerando pessoas de diferentes países de desenvolvimento. Com uma revisão sistemática, constatou-se que não há trabalhos que abordem a percepção sobre segurança e privacidade infantil relacionada a brinquedos inteligentes, comparando países de economia avançada e em desenvolvimento. Para a realização desta dissertação de mestrado, um survey com a aplicação de um questionário foi considerado. Antecedendo a aplicação do questionário, uma entrevista com 14 participantes foi realizada para refinar o questionário que estava em construção. Para analisar os resultados, os testes de estatística não paramétrica Mann Whitney e teste de Independência de Qui-quadrado foram usados para três hipóteses, considerando percepção sobre segurança e privacidade infantil, intenção de compra e percepção de inovação referente a brinquedos inteligentes em relação ao nível de desenvolvimento do país, tratando também de gênero e nível de escolaridade dos participantes. O primeiro resultado obtido, é que há diferença significativa entre os países de diferentes níveis de desenvolvimento em relação a segurança e privacidade infantil no uso a brinquedos inteligentes, sendo que, os países com economia avançada mostram maior preocupação. Em relação à intenção de compra e percepção de inovação, não foi detectada diferença significativa entre os países de diferentes níveis de desenvolvimento. Para co-variáveis como gênero e nível de escolaridade, há diferenças significativas de percepção em relação às três hipóteses se tratando de grupos específicos em relação ao nível de desenvolvimento de países. Por exemplo, testes realizados apenas com o gênero feminino, retornaram diferença significativa. Com os resultados deste mestrado, pesquisas maiores relacionadas podem ser consideradas. Além de que, estratégias de marketing podem ser melhoradas de acordo com as diferenças de percepções encontradas de pessoas que vivem em países de diferentes níveis de desenvolvimento
Titre en anglais
Perception of children's privacy: a comparative study between countries at different levels of development
Mots-clés en anglais
Children
Privacy
Security
Smart Toys
Resumé en anglais
Children's toys have become sophisticated over the years, evolving from simple physical products to toys that engage the digital world through software and hardware. With such sophistication, potential child safety and privacy issues have surfaced concerning the use of smart toys. A smart toy consists of a physical toy component connected to a computer system with online services to enhance the functionality of a traditional toy. This type of toy is not yet widely known in economically developing countries such as Brazil. In this way, the opinion of consumers of this type of country is not known with respect to the acceptance of this technology when it is available. This master's research carried out a comparative study among countries with different levels of development, assessing the perception of child safety and privacy about intelligent toys. Aspects such as purchase intent and perception of innovation were taken into account, since these two perceptions may influence perceptions about child safety and privacy. These comparisons of perceptions were still considered for variations in gender and educational levels, considering people from different developing countries. With a systematic review, it was found that there are no studies that address the perception of children's safety and privacy related to intelligent toys, comparing countries of advanced and developing economies. For the accomplishment of this masters dissertation, a survey with the application of a structured questionnaire was considered. Before the application of the questionnaire, a interview with 14 participants was performed to refine the questionnaire that was under construction. In order to analyze the results, the non-parametric Mann Whitney test and the Chi-square Independence test were used for three hypotheses considering perceptions about child safety and privacy, purchase intention and perception of innovation regarding smart toys in relation to the level of the country's development, also dealing with the gender and level of schooling of the participants. The first result obtained is that there is a significant difference between countries of different levels of development regarding children's safety and privacy in the use of smart toys, and countries with advanced economies show greater concern. In relation to the purchase intention and perception of innovation, no significant difference was detected between the countries with different levels of development. For covariables such as gender and educational level, there are significant perceptual differences about the three hypotheses when dealing with specific groups about the level of development of countries. For example, tests performed only with the female gender, returned significant difference. With the results of this masters degree, major related research can be considered. In addition to that, marketing strategies can be improved according to the differences of perceptions found in people living in countries with different levels of development
 
AVERTISSEMENT - Regarde ce document est soumise à votre acceptation des conditions d'utilisation suivantes:
Ce document est uniquement à des fins privées pour la recherche et l'enseignement. Reproduction à des fins commerciales est interdite. Cette droits couvrent l'ensemble des données sur ce document ainsi que son contenu. Toute utilisation ou de copie de ce document, en totalité ou en partie, doit inclure le nom de l'auteur.
Date de Publication
2018-12-04
 
AVERTISSEMENT: Apprenez ce que sont des œvres dérivées cliquant ici.
Tous droits de la thèse/dissertation appartiennent aux auteurs
CeTI-SC/STI
Bibliothèque Numérique de Thèses et Mémoires de l'USP. Copyright © 2001-2019. Tous droits réservés.