• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.100.2016.tde-06022016-005642
Documento
Autor
Nome completo
Semiramis Costa Chicareli
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2016
Orientador
Banca examinadora
Almeida, Marco Antonio Bettine de (Presidente)
Alvarez, Marcos Cesar
Sandoval, Salvador Antonio Mireles
Torres, Andrea Almeida
Título em português
Pastoral Carcerária: participação política e direitos humanos
Palavras-chave em português
Consciência política
Direitos humanos
Participação política
Pastoral carcerária
Psicologia política
Resumo em português
Diante do fenômeno de encarceramento em massa no Brasil, que se desenvolve com força e rapidez a partir da década de 1990, e consequente potencialização das condições degradantes e aumento das violações de direitos, torturas e mortes nos locais de privação de liberdade, a Pastoral Carcerária se destaca como uma organização mediadora das relações entre as pessoas que estão aprisionadas, o sistema internacional de proteção dos Direitos Humanos e o Estado, atuando como um mecanismo de monitoramento e fiscalização do sistema prisional brasileiro. Assim, neste trabalho realizamos uma pesquisa qualitativa dessa trajetória de participação política da Pastoral Carcerária, como forma de compreender como ocorre e se desenvolve essa luta direta contra o Estado penal. Para isso, construímos o marco teórico que sustenta o posicionamento político-ideológico-científico em que se insere esta pesquisa, tecendo aproximações entre a Psicologia Política e os temas da criminalização e da punição, e realizamos entrevistas semi-abertas com três atores da organização, por meio de um roteiro semi-estruturado, articulando os referenciais teórico-metodológicos da História Oral Temática, da Análise de Discurso e do Modelo de Análise da Consciência Política. A partir das narrativas dos entrevistados, construímos a trajetória de participação política da Pastoral Carcerária na defesa dos Direitos Humanos, compreendendo seus aspectos psicopolíticos a partir das análises das sete dimensões da consciência política. As narrativas trazem um importante componente histórico das ações coletivas da organização, apontando o seu surgimento com a Teologia da Libertação latino-americana em meados do século XX e seu desenvolvimento na participação política nos movimentos de resistência à ditadura no Brasil, sendo representada e significada pelos entrevistados como um espaço de formação e socialização política, e como um importante ator político no confronto direto com o Estado penal na atualidade do encarceramento em massa
Título em inglês
Pastoral Carcerária: political participation and Humans Rights
Palavras-chave em inglês
Humans rights
Pastoral carcerária
Political consciousness
Political participation
Political psychology
Resumo em inglês
Facing the mass incarceration phenomenon in Brazil, which have been tightly and quickly developed from the 1990s and the consequent enhancement of degrading conditions and rights violations, tortures and deaths in freedom privation places, the "Pastoral Carcerária" stands as a mediator organization between jailed people, the international system of human rights protection and the State, acting as a tracking and control mechanism of the brazilian penitentiary system. So, this work performed a qualitative research in the political participation journey of the "Pastoral Carcerária", as a way to understand how happens and develops this direct fight against the criminal State. For this, we build a theoretical mark that supports the ideological-political-scientific position in which belongs this research, weaving links between the Political Psichology and the criminalization and punishment issues. We performed semi-open interviews with three actors of the organization, through a semi-structured script, articulating the theoretical-methodological references of the Thematic Oral History, the Discourse Analysis and the Political Consciousness Analysis Model. From the interviewed's narratives we built the political participation trajectory of the "Parceral Carcerária" in human rights defense, including their psychopolitical aspects from the analysis of the political consciousness seven dimensions. The narratives bring an important historical component of the organization's collective actions, pointing its emergence with the Liberation Theology in Latin America in the mid-twentieth century and its development in the political participation in dictatorship's opposition movements in Brazil, being represented and signified by the surveyed, as an educational and political socialization way, and like an important political actor in direct confrontation with the criminal state in today's mass incarceration
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2016-02-22
 
AVISO: O material descrito abaixo refere-se a trabalhos decorrentes desta tese ou dissertação. O conteúdo desses trabalhos é de inteira responsabilidade do autor da tese ou dissertação.
  • ALMEIDA, M. A. B., SILVA, A., e CORREA, F. Psicologia política: debates e embates de um campo interdisciplinar. Organizador. Sao Paulo : CoBEd, 2012{Volume}.{Serie}
  • CARDONA, M. A., e ALMEIDA, M. A. B. A PROMOÇÃO DA SAÚDE: UM ENFOQUE PSICOPOLÍTICO. In Marco Antonio Bettine de Almeida, Alessandro Silva, e Felipe Correa. Psicologia políca: debates e embates de um campo interdisciplinar [online]. Organizador. São Paulo : CoBEd, 2012{Volume}. cap. 1, p. 125-136.http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/100/100134/tde-06022016-005642/
  • CIDRO, D., e ALMEIDA, M. A. B. OS SABERES, O CRIMES E A LOUCURA: UM ENFOQUE DA PSICOLOGIA PÓLITICA. In Marco Antonio Bettine de Almeida, Alessandro Silva, e Felipe Correa. Psicologia políca: debates e embates de um campo interdisciplinar [online]. Organizador. Sao Paulo : CoBEd, 2012{Volume}. cap. 1, p. 69-86.http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/100/100134/tde-06022016-005642/
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.