• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Master's Dissertation
DOI
10.11606/D.100.2016.tde-24082016-101115
Document
Author
Full name
Carine Botelho Previatti
E-mail
Institute/School/College
Knowledge Area
Date of Defense
Published
São Paulo, 2016
Supervisor
Committee
Tomazzoni, Edegar Luís (President)
Alvarez, Isabel Aparecida Pinto
Bienenstein, Regina
Raimundo, Sidnei
Title in Portuguese
Segregação socioespacial na realização dos Jogos Olímpicos Rio 2016 na região da Barra da Tijuca - RJ: comunidade Vila Autódromo
Keywords in Portuguese
Jogos olímpicos
Reprodução do espaço urbano
Rio de Janeiro
Segregação socioespacial
Vila Autódromo
Abstract in Portuguese
A discussão parte do princípio de que o espaço é um produto social e não um sujeito, como algumas políticas públicas vem reproduzindo. A apropriação de espaços que não estavam vazios, utilizando os megaeventos esportivos como justificativa, sinaliza um momento fundamental do processo de reprodução do capitalismo. Tal processo traz à tona o conflito do espaço como lugar de apropriação e uso em contraposição ao espaço como reprodução de valor e de riqueza. Dentro desse contexto, a cidade do Rio de Janeiro, que historicamente se utiliza de planos de ordenação urbana de forma a legitimar mudanças espaciais em fragmentos da cidade, tem dado continuidade a esse processo nos últimos anos através da implantação dos Planos Estratégicos e da realização dos Jogos Olímpicos. Este trabalho tem por objetivo geral analisar as mudanças socioespaciais ocasionadas na comunidade Vila Autódromo, localizada no bairro da Barra da Tijuca - RJ, em razão da realização dos Jogos Olímpicos Rio 2016. A pesquisa tem por objetivo específico identificar os sujeitos sociais e interesses envolvidos no processo de remoção dessa comunidade. Para atingir tal objetivo, foi utilizada metodologia teórico-documental com base em documentos normativos e jurídicos relativos ao processo de remoção pelo qual passa a Vila Autódromo desde 1993, e também documentos fotográficos e mapas, igualmente fundamentais para a compreensão do objeto. Durante todo o processo da pesquisa, foram realizadas pesquisas de campo de caráter descritivo e analítico, com aplicação de entrevistas qualitativas e análise de conteúdo dos dados, que embasam a conflitualidade entre os interesses dos moradores, o poder público e as empresas privadas, numa tentativa de compreensão de como as mudanças socioespaciais se inserem entre o lugar, a cidade e o espaço mundial. A Vila Autódromo se destaca nesse cenário pela luta de resistência dos seus moradores para permanecer no seu espaço de vivência e convivência e na consolidação de uma comunidade que enxerga o valor social da terra e não apenas o seu valor de mercado, sinalizando o caráter de conflito pelo direito à moradia que se estabelece na cidade do Rio de Janeiro atualmente
Title in English
Socio-Spatial Segregation in the Olympic Games 2016 in the Barra da Tijuca region - RJ: community Vila Autodromo.
Keywords in English
Olympic games
Reproduction of urban space
Rio de Janeiro
Socio-segregation
Vila Autódromo
Abstract in English
The discussion starts from the principle that space is a social product and not a subject, as some public policies have been executing. The appropriation of spaces that were not empty, using the sports mega events as a justification, signals a fundamental moment in the capitalist reproduction process. This process brings the conflict of the space as a place of appropriation and use opposed to the space as a reproduction of value and wealth. In this sense, the city of Rio de Janeiro, which historically uses urban development plans in order to legitimize spatial changes in fragments of the city, has continued this process in recent years, through the implementation of strategic plans and realization of the Olympic Games. This paper objective is to analyze the socio-spatial changes brought to the Vila Autódromo community, located in the Barra da Tijuca Rio de Janeiro city, because of the Olympic Games Rio-2016. One specific objective is to identify the social actors and interests involved in the removal of this community. To achieve this goal, the paper uses theoretical and documental methodology based in normative and legal documents related to the removal process experienced by the Vila Autódromo since 1993, as well as photographic documents and maps, equally imperatives to understand the object of the research. Inseparably, field surveys in the Vila Autódromo and the city of Rio de Janeiro were conducted through descriptive and analytical perspectives, with application of qualitative interviews and content analysis of the data that underlies the conflict between the interests of residents, the government and private companies in an attempt to understand how the socio-spatial changes are part of the place, the city and the global economies. The Vila Autódromo stands out in this scenario for its residents' resistance struggle to stay in their living space and the consolidation of a community that sees the social value of land and not just its market value, indicating the nature of conflict for the right to housing that is established in the city of Rio de Janeiro today
 
WARNING - Viewing this document is conditioned on your acceptance of the following terms of use:
This document is only for private use for research and teaching activities. Reproduction for commercial use is forbidden. This rights cover the whole data about this document as well as its contents. Any uses or copies of this document in whole or in part must include the author's name.
Publishing Date
2016-09-02
 
WARNING: Learn what derived works are clicking here.
All rights of the thesis/dissertation are from the authors
CeTI-SC/STI
Digital Library of Theses and Dissertations of USP. Copyright © 2001-2020. All rights reserved.