• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.100.2018.tde-23112018-201848
Documento
Autor
Nome completo
Bárbara Machado Mazzetti
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Aulicino, Madalena Pedroso (Presidente)
Nanni, Arthur Schmidt
Seixas, Renato Braz Oliveira de
Urquidi, Vivian Grace Fernandez Davila
Título em português
Permane (sendo) na Cidade: valores, atores e ações de Permacultura no Município de São Paulo
Palavras-chave em português
Identidade
Meio Urbano
Município de São Paulo
Permacultura
Valores
Resumo em português
Fruto da junção dos ideais e da contração das palavras "agricultura" e "permanência", a Permacultura é uma filosofia que consiste em um conjunto de princípios de design para a "criação permacultural do espaço", baseando-se no manejo altamente eficiente e, ao mesmo tempo, ético e ambientalmente sustentável da terra, em assentamentos humanos. A Permacultura é baseada na união de técnicas ancestrais com as novas tecnologias, que promovem a autossuficiência de comunidades, por meio do plantio agroecológico, bioconstrução, captação e tratamento da água da chuva, produção e uso de energias sustentáveis, entre outras ações que compõem a gama de princípios e técnicas práticas da Permacultura. No Brasil, o movimento teve início oficial em 1992, a partir da realização do primeiro curso de formação de Permacultura por Bill Mollison e Scott Pittman, em Porto Alegre, na ECO 92, na mesma década em que também se consolidou no mundo. Frente a uma notável importância social e cultural que a Permacultura vem conquistando ao longo dos últimos anos, para além de sua esfera ambiental e política, no Brasil e no mundo, a pesquisa objetivou verificar como ocorre e é praticada a Permacultura, enquanto cultura alternativa e, no caso, urbana - pelas organizações e grupos presentes e atuantes no Município de São Paulo. A metodologia consistiu em: breve revisão bibliográfica sobre os Estudos Culturais, sobre o processo histórico de expansão urbana do Município e da revisão conceitual sobre o próprio objeto de estudo: a Permacultura; na compilação do Estado da Arte da Permacultura no Brasil, clareando como e em quais linhas as pesquisas nacionais na área estão caminhando; no levantamento de dados e formulação de um quadro das organizações e grupos de Permacultura atuantes no Município, o qual foi a base para o mapa online interativo que foi elaborado e para a realização de entrevistas semi estruturadas abertas e registro em diário de campo com 6 das 38 organizações identificadas, as quais foram registradas em audiovisual, possibilitando também a produção de um mini documentário sobre a Permacultura no Município de São Paulo. Assim, a ocorrência de um fenômeno sociocultural de contracultura foi confirmada, baseando-se em valores compartilhados e traços de identidade cultural que, ao se convergirem, se conectam e se materializam por meio de ações no espaço urbano, fortalecendo vínculos entre atores e a formação de uma rede que promove a expansão do movimento de Permacultura em São Paulo
Título em inglês
Permanent (being) in the City: values, actors and actions of Permaculture in São Paulo
Palavras-chave em inglês
Identity
Municipality of São Paulo
Permaculture
Urban Environment
Values
Resumo em inglês
As a result of the combination of ideals and the contraction of the words "agriculture" and "permanence", Permaculture is a philosophy that consists of a set of design principles for the "permacultural creation of space", based on highly efficient management, at the same time, ethical and environmentally sustainable land in human settlements. Permaculture is based on the union of ancestral techniques with the new technologies, which promote the self-sufficiency of communities, through agroecological planting, bio-construction, rainwater harvesting and treatment, production and use of sustainable energy, among other actions that make up the range of principles and practical techniques of Permaculture. In Brazil, the movement began officially in 1992, starting with the first Permaculture training course by Bill Mollison and Scott Pittman, in Porto Alegre, at ECO 92, in the same decade in which it also consolidated in the world. In the face of a remarkable social and cultural importance that Permaculture has been conquering over the last few years, in addition to its environmental and political spheres, in Brazil and in the world, this research was aimed at verifying how Permaculture occurs and is practiced as an alternative culture by the organizations and groups presents and active in the Municipality of São Paulo. The methodology consisted of: a brief bibliographic review on Cultural Studies, on the historical process of urban expansion of the Municipality and the conceptual revision on the object of study: Permaculture; in the compilation of the State of the Art of Permaculture in Brazil, clarifying how and in what lines the national surveys in the area are moving; in the data collection and formulation of a table of permaculture organizations and groups operating in the Municipality, which was the basis for the interactive online map that was elaborated and for semi structured open interviews and field diary registration with 6 of the 38 organizations identified, which were recorded in audiovisual, also enabling the production of a mini documentary on Permaculture in the Municipality of São Paulo. Thus, the occurrence of a socio-cultural counterculture phenomenon has been confirmed, based on shared values and traits of cultural identity that, when converging, are connected and materialized through actions in the urban space, strengthening ties between actors and the formation of a network that promotes the expansion of the Permaculture movement in São Paulo
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
4.pdf (8.55 Mbytes)
Data de Publicação
2018-12-06
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.