• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.100.2018.tde-07122018-124908
Documento
Autor
Nome completo
Jose Marques Ferreira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Santos, Glauber Eduardo de Oliveira (Presidente)
Almeida, Marcelo Vilela de
Sanovicz, Eduardo
Wada, Elizabeth Kyoko
Título em português
Administração de viagens corporativas no Brasil: estudo descritivo dos processos de gerenciamento adotados pelas empresas no Brasil
Palavras-chave em português
Agenciamento em Turismo
Brasil
Gestão de viagens
Travel Management Companies
Viagens corporativas
Resumo em português
A presente pesquisa, de caráter descritivo-exploratório, trata dos processos de gestão de viagens corporativas utilizados pelas empresas no Brasil. Foi efetuado um levantamento em dez empresas nacionais e multinacionais com presença no território brasileiro, que possuem uma área ou um profissional dedicado à atividade de administração das viagens efetuadas por seus funcionários ou prepostos em função de uma necessidade do negócio. Os processos foram mapeados e analisados sobre a ótica da propriedade de seus diversos componentes e sobre a participação de organizações externas à empresa na gestão dessas viagens corporativas. Evidenciou-se a existência de quatro modelos distintos de gestão, todos presentes no mercado brasileiro. Os modelos denominados comprador-gestor e apoio-serviços utilizam-se de recursos externos para gestão, diferindo entre si pela propriedade dos processos, no primeiro caso residentes nas áreas de compras e no segundo nas áreas de serviços. Os dois outros modelos propostos, autogestão e autosserviços, tem baixo grau de utilização de serviços de terceiros, e se diferenciam pela propriedade dos processos de gestão de viagens corporativas, no primeiro caso uma predominância de processos proprietários em compras e, no segundo, uma predominância de propriedade nas áreas de serviços. A influência da participação dos profissionais nas associações do mercado nos diferentes mapas também é discutida. São apresentadas também algumas variantes encontradas no mercado. A questão da desintermediação na venda dos serviços turísticos nesse mercado, e os efeitos que esse fenômeno causa na forma com que as empresas organizam seus processos de gestão de viagens corporativas também fazem parte desse estudo. O papel das Travel Management Companies (TMCs) nos processos de gestão de viagens é investigado. Observa-se e discute-se a entrada de algumas novas categorias de empresas nesse mercado, são avaliados o papel de cada uma e as possíveis implicações no desenho dos processos de gestão de viagens corporativas
Título em inglês
Corporate travel management in Brazil: descriptive study of management processes adopted by companies in Brazil
Palavras-chave em inglês
Brazil
Corporate travel
Intermediation in tourism
Travel management
Travel Management Companies
Resumo em inglês
This descriptive-exploratory research focus on the processes of corporate travel management used by companies in Brazil. Ten companies (Brazilian and multinational companies with branches in Brazil) were part of the study. All those organizations have an area or a professional dedicated to the activity of administration of the travels made by their employees or agents to fulfill a business need. The processes were mapped and analyzed on the optics of the ownership of its components and on the participation of external parts in the management of these corporate trips. It was evidenced the existence of four distinct models of management, all present in the Brazilian market. The buyer-manager model and the support-service models use many external resources on their management processes, and differs from each other as the first one shows the travel management processes mainly under ownership of the procurement areas as the second has most of the process under a service provider area. The other two proposed models, auto-management and auto-service have most of the processes being executed within the companies. The auto-management model with the travel management processes being owned by the procurement area and the second having a service area as main owner of the processes. The influence of the participation of the professionals in the market associations in the different maps is also discussed. Also presented are some variants found in the market. The issue of disintermediation in sales of tourist services in this market, and the effects that this phenomenon causes on the way companies organize their corporate travel management processes are also part of this study. The role of Travel Management Companies (TMCs) in travel management processes is also investigated. One of the main findings of the study was the participation of some new categories of companies in this market, the role of each one of those new players and the possible implications in the design of the corporate travel management processes is also discussed
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
VERSAO_CORRIGIDA.pdf (18.74 Mbytes)
Data de Publicação
2018-12-19
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.