• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Mauro Pereira Amoroso Anastácio Junior
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2019
Orientador
Banca examinadora
Falcão, Deusivania Vieira da Silva (Presidente)
Bucher-Maluschke, Júlia Sursis Nobre Ferro
Correa, Marcio Guedes
Gutierrez, Beatriz Aparecida Ozello
Título em português
Musicoterapia e doença de Alzheimer: um estudo com cônjuges cuidadores
Palavras-chave em português
Conjugalidade na demência
Doença de Alzheimer
Gerontologia
Musicoterapia
Resumo em português
A demência é uma síndrome que afeta a memória, comportamento e as atividades de vida diária, e é uma das maiores causas de dependência entre pessoas idosas. Muitas vezes, o principal cuidador do idoso com demência é o cônjuge, e este pode carregar um fardo significativo comprometendo também a qualidade da relação. Este estudo teve como objetivo avaliar os efeitos do trabalho com canções em musicoterapia na relação conjugal de quatro casais, nos quais um dos cônjuges é diagnosticado com doença de Alzheimer em fase inicial ou moderada. O trabalho foi realizado no modelo de estudo de casos múltiplos, por se tratar de um tema pouco explorado, possibilitando um levantamento mais detalhado do processo. Foram aplicadas a Anamnese e a Ficha Musicoterapêutica para coletar informações iniciais, seguidas de 12 sessões de musicoterapia, uma vez por semana. Antes e ao fim das sessões foram aplicadas entrevistas com roteiro semiestruturado, e o conteúdo das entrevistas foi interpretado por meio da análise de conteúdo de Bardin. Também se avaliou, dentro da perspectiva do cuidador, a satisfação com as relações familiares e de amizade e a qualidade do relacionamento conjugal antes e depois da doença. Os resultados sugerem que as intervenções possibilitaram momentos prazerosos, com benefícios principalmente para o cuidador. Depoimentos indicaram que as intervenções ofereceram ferramentas para que o cuidador pudesse lidar melhor com os sintomas comportamentais do cônjuge com demência, beneficiando a qualidade da relação conjugal. Apesar do número limitado de participantes, espera-se contribuir com a reflexão acerca das possibilidades de cuidado e com diretrizes para a aplicação mais assertiva de estratégias dentro do contexto estudado
Título em inglês
Music therapy, conjugality and Alzheimer's disease: a study with caregivers
Palavras-chave em inglês
Alzheimers Disease
Conjugality in dementia
Gerontology
Music therapy
Resumo em inglês
Dementia is a syndrome that affects memory, behavior and activities of daily living, and is one of the major causes of dependence among the elderly. Often the primary caregiver of the elderly with dementia is the spouse, which can carry a significant burden, also compromising the quality of their relationship. This study aimed to evaluate the effects of singing in music therapy on the marital relationship of four couples, in which one of the spouses is diagnosed with early or moderate Alzheimer's disease. The work was carried out as a multiple case study, being an unexplored topic, allowing for a more detailed survey of the process. Anamnesis and the Music Therapy data were applied to collect initial information, followed by 12 sessions of music therapy. Before and after the process, interviews with a semistructured script were applied and its content was interpreted through Bardin's content analysis. From the perspective of the caregiver, the satisfaction with family and friendship relationships and the quality of the conjugal relationship before and after the illness were also evaluated. The results suggest that the interventions allowed pleasant moments, with benefits mainly for the caregiver. Some testimonials indicated that the interventions offered tools so that the caregiver could better deal with the behavioral symptoms of the spouse with dementia, benefiting the quality of the conjugal relationship. Despite the limited number of participants, it is expected to contribute to the reflection about the possibilities of care, with guidelines for the more assertive application of strategies within the context studied
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-08-13
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.