• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Disertación de Maestría
DOI
10.11606/D.101.2017.tde-09062017-171836
Documento
Autor
Nombre completo
Natália Pollachi
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2017
Director
Tribunal
Guimarães, Feliciano de Sa (Presidente)
Bastos, Fabrício Henricco Chagas
Pimenta, Marília Carolina Barbosa de Souza
Título en portugués
De Estado falido a país do futuro: a coalizão multinível que transformou a política de segurança da Colômbia
Palabras clave en portugués
Coalizão
Colômbia
FARC
Guerra Civil
Justiça Transicional
Resumen en portugués
Esta dissertação consiste na análise da evolução da política de segurança do governo colombiano entre 2008 e 2016 para lidar com as FARC, conjuntamente com a análise da evolução das preferências de atores políticos domésticos e internacionais que compuseram uma representação da sociedade colombiana e de suas relações internacionais em momentos-chave desta transição. As preferências destes atores foram agrupadas em tipos ideais: a favor da exclusividade do combate militar ou de negociações que, informalmente reunidas, formam coalizões multiníveis em prol de uma ou outra diretriz. O objetivo foi identificar qual sustentação política possibilitou uma ruptura na política de segurança colombiana antes exclusivamente voltada ao combate e que se direcionou para o início de negociações dado que, diferentemente das duas rupturas anteriores, esta não foi resultado de uma escolha direta da população nas eleições presidenciais. A hipótese sustentada na pesquisa é que mudanças contextuais ocorreram simultaneamente nos âmbitos doméstico e internacional e que ambas foram igualmente necessárias para o sucesso desta transição. Estas mudanças contextuais geraram também uma mudança de narrativa da promoção da imagem da Colômbia como um Estado frágil para a de um país em franco desenvolvimento. A contribuição a que esta pesquisa se propõe é romper a barreira de análise destes dois âmbitos tratados na literatura primordialmente de forma cindida, impondo um empecilho para a compreensão desta política que é simultaneamente doméstica e internacional, impedindo uma maior compreensão dos mecanismos causais da sua evolução. Esta análise simultânea permitiu identificar um descompasso entre o entusiasmo internacional com a negociação e um cenário doméstico polarizado com preferências conflitantes. Os elementos que a pesquisa encontra como determinantes para esta transição são que este conflito, que fora intensamente internacionalizado, ter passado por um processo de "renacionalização" e também de estagnação em um confronto de baixa intensidade, redistribuindo os custos e os pesos dos atores politicamente determinantes. Em relação aos atores políticos, a pesquisa identifica que foram necessários para a transição: o presidente colombiano e as FARC, o Congresso colombiano, EUA e Venezuela. O apoio direto da mídia, da opinião pública e da União Europeia não teriam sido necessários, mas são importantes para a consistência política e para o sucesso na implementação da negociação e do processo transicional.
Título en inglés
From a failed State to the country of the future: the multilevel coalition that transformed the Colombian security policy
Palabras clave en inglés
Civil War
Coalition
Colombia
FARC
Transitional Justice
Resumen en inglés
This work is an analysis of how the Colombian security policy to deal with FARC evolved between 2008 and 2016 and an analysis of how evolved the preferences of domestic and international political actors that composed a representation of the Colombian society and its international relations around key moments of this transition. The preferences of those actors were grouped in two ideal types: in favor of the military combat versus those favoring negotiations. Informally united, those actors formed multilevel coalitions in favor of one of those preferences. The goal was to identify which was the political support that enabled a radical change in the Colombian security policy from the military combat to negotiation considering that, differently from the two preceding political changes, this was not the result of a direct popular choice through presidential elections. The hipotesis sustained in this research is that contextual changes happened both in the domestic and international spheres and that both were necessary to enable this policy transition. Those contextual evolutions also generated the change of the main Colombian political narrative, from the promotion of the Colombian image as a fragile State to the one of a country in full development. This work contributes to break the analytical barrier between the domestic and international spheres, treated mostly as separated parts in the academy, which constitutes a barrier to the comprehension of this policy that is simultaneously domestic and international, demanding a double level analysis to understand its causal mechanisms. This simultaneous analysis enabled the identification of a large imbalance among the constant international enthusiasm and many conflicting preferences at the polarized domestic sphere. The factors that the research finds as determinant to this transition were the fact that this conflict that was intensely internationalized passed by a process of 'renationalization' and by a process of stagnation at a low intensety confrontation redistributing the operational and political costs and also the relative relevance of the intervening political actors. Regarding these political actors, the research identified that the Presidency, FARC, Colombian congress, USA and Venezuela were necessary to the policy transition. The direct support from the Colombian population, the media and the European Union were not necessary, but were important to the political consistency and will be crucial to the success of the transitional process.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Natalia_Pollachi.pdf (2.90 Mbytes)
Fecha de Publicación
2017-07-05
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2021. Todos los derechos reservados.