• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.102.2016.tde-01022016-164232
Documento
Autor
Nome completo
Camila Corsi Ferreira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Carlos, 2015
Orientador
Banca examinadora
Andrade, Carlos Roberto Monteiro de (Presidente)
Bortolucci, Maria Angela Pereira de Castro e Silva
Correia, Telma de Barros
Marins, Paulo César Garcez
Trindade, Jaelson Bitran
Título em português
Interlocuções entre a prática de restauração de Luís Saia e as teorias de restauro: São Paulo, 1937-1975
Palavras-chave em português
Arquitetura paulista
Luís Saia
Patrimônio arquitetônico (Preservação)
Restauração arquitetônica
Teorias de restauro
Resumo em português
Esta pesquisa trata da preservação do patrimônio arquitetônico dos períodos colonial e do café, dentro do contexto da prática de restauração arquitetônica empreendida pelo arquiteto Luís Saia durante sua atuação no Serviço do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (SPHAN). No exercício das atividades como chefe da regional paulista, Saia foi um dos personagens fundamentais para a prática da preservação no Brasil através da introdução de procedimentos de restauro, especialmente entre os anos de 1937 e 1975. Esta foi uma atividade precursora no país, uma vez que não havia referências anteriores no campo da restauração arquitetônica. No bojo das discussões sobre os parâmetros para a realização efetiva das práticas de preservação, a realização de uma releitura crítica das intervenções realizadas nos permite verificar a existência de referências a textos teóricos da restauração, como a Carta de Atenas (1931) e a Carta de Veneza (1964), apontando indícios de que sua atuação prática tenha encontrado respaldo nas cartas patrimoniais. Nessa perspectiva, este trabalho avalia a presença de possíveis diálogos entre as teorias de restauro europeias, que serviram de base para a elaboração das cartas patrimoniais, e as intervenções de restauração empreendidas pelo arquiteto. Para tanto, buscou-se analisar seis obras emblemáticas, a fim de verificar uma provável fundamentação teórica que as conceituasse, formulada ou não preliminarmente àquelas obras, e em que medida foram orientadas por preceitos teóricos europeus de restauro, sobretudo italianos.
Título em inglês
Dialogues between Luís Saia's practice of restoration and restoration theories: São Paulo, 1937-1975
Palavras-chave em inglês
Architectural heritage (Preservation)
Architectural restoration
Architecture of São Paulo
Luís Saia
Restoration theories
Resumo em inglês
This research deals with the preservation of the architectural heritage of both colonial and coffee period, within the context of architectural restoration's practice undertaken by the architect Luís Saia during his activities in National Historic and Artistic Heritage Service (SPHAN). In his operations as the head of São Paulo regional, Saia was one of the key characters in the practice of conservation in Brazil through the structuring of a restoration methodology, especially between the years 1937 and 1975. This was a precursor activity in the country, since there were no previous references in the field of architectural restoration. Luís Saia did not formulate a theory of restoration. However, in the midst of discussions on the parameters for the effective realization of conservation practices, conducting a critical rereading of interventions in SPHAN allows us to check for references to theoretical texts of restoration, as the Athens Charter (1931) and the Venice Charter (1964), showing evidence that their practice performance has found support in the patrimonial charters. From this perspective, this study evaluates the presence of possible dialogue between European restoration theories, which formed the basis for the development of patrimonial charters, and the restoration intervention undertaken by the architect. Therefore, we sought to analyze six emblematic works, in order to verify a possible theoretical basis that appraises them, formulated or not preliminarily to those works, and to what extent were guided by European theoretical precepts of restoration, especially Italians.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
finalcamilacorsi.pdf (11.46 Mbytes)
Data de Publicação
2016-02-11
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.