• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.102.2016.tde-13102016-100429
Documento
Autor
Nome completo
Leonardo Cassimiro Barbosa
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Carlos, 2016
Orientador
Banca examinadora
Andrade, Carlos Roberto Monteiro de (Presidente)
Anelli, Renato Luiz Sobral
Cordovil, Fabíola Castelo de Souza
Feldman, Sarah
Filardo Júnior, Angelo Salvador
Título em português
As redes técnicas sanitárias na estruturação do território: análise da cidade de Maringa-PR entre 1947-1980
Palavras-chave em português
abastecimento de água
drenagem pluvial
esgotamento sanitário
infraestrutura urbana
urbanização
Resumo em português
A cidade de Maringá, implantada ex novo, surge com status de cidade moderna em razão do seu plano urbanístico, que apresenta ressonâncias do ideário garden city, do zoning, do movimento city beautiful e do pensamento higienista. Contudo, as redes técnicas, elementos característicos da cidade moderna, demoraram a se estabelecer, pois a CTNP/CMNP, agente privado responsável pelo plano de colonização no qual a cidade se insere, não tinha as infraestruturas urbanas como prioridade nas cidades que implantara. Entendendo a cidade por meio da interação entre tecnologia e sociedade, propõe-se a análise da cidade de Maringá por meio da inter-relação das redes técnicas sanitárias com o desenvolvimento e crescimento urbano. As principais fontes documentais advieram da análise de notícias veiculadas em jornais da época e de projetos dos sistemas sanitários, que permitiram identificar algumas fases na administração dos serviços de saneamentos, e que guiaram a discussão do estudo, sendo estas: a fase de poços e fossas, marcada pelas ações individuais e pela ação da iniciativa privada na exploração do abastecimento de água; a fase das redes municipais, quando o município se apresenta como novo ator hegemônico no controle dos serviços sanitários; e a fase de administração dos sistemas pela concessionária estadual, transição ocorrida em 1980, ano que marca o encerramento da pesquisa por entender que, neste momento, a lógica de implantação das infraestruturas sanitárias já se encontrava estabelecida. Os resultados apontam para a capacidade de as redes técnicas sanitárias materializar no território relações de desigualdade de oportunidades, acesso e distribuição de riquezas que, no caso de Maringá, contribuíram para a criação de uma dicotomia entre a área planejada e a área pós-plano.
Título em inglês
Sanitary technical networks in structuring the territory: analysis of the city of Maringá, Paraná, between 1947-1980
Palavras-chave em inglês
drainage system
sewerage
urban infrastructure
urbanization
water supply
Resumo em inglês
Owing to its urban plan echoing the ideals of a garden city, zoning features, city beautiful movement and hygienist thought, the ex novo implanted city of Maringá has been founded as a modern city. However, the technical networks, characteristics of the modern city, belatedly arrived, since the CTNP/CMNP, the private agency for the colonization plan in which the city was inserted, did not give priority to the urban infrastructure in the towns and cities it had established. Since the city is an interaction between technology and society, the city of Maringá is analyzed on its inter-relationships between sanitary technical networks and urban development and growth. The main documentary sources have been retrieved from the newspapers of the period and from the projects of sanitary systems, which identified several phases in the management in sanitary services on which this study is foregrounded: the wells and cesspools phase through individual initiatives for water supply and drainage; the phase of municipal networks in which the township was the new hegemonic agent in the control of sanitary services; the phase of outsourcing state systems as from 1980. In fact, this is the year in which current research ends since the logical implantation of sanitary infrastructure was established. Results show the capacity of sanitary technical networks to favor unequal relationships in opportunities, in the access and distribution of wealth. Inequality in Maringá contributed towards the establishment of a dichotomy between the planned area and the post-plan area.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Corrigida.pdf (34.70 Mbytes)
Data de Publicação
2016-10-17
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.