• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Jéssica Ragonha
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Carlos, 2019
Orientador
Banca examinadora
Schenk, Luciana Bongiovanni Martins (Presidente)
Fantin, Marcel
Nobre, Eduardo Alberto Cusce
Peres, Renata Bovo
Título em português
Planejar com a paisagem: reflexões historiográficas e contemporâneas sobre a região
Palavras-chave em português
Paisagem
Planejamento regional
Região
Resumo em português
O planejamento que se produz atualmente no Brasil encontra dificuldades de estabelecer articulação entre suas escalas. Por um lado, o plano que encontra força de lei é o de alçada municipal, através da figura do Plano Diretor quase sempre focado nas áreas urbanas e de expansão urbana em detrimento das áreas rurais , uma condição que gera muitos impactos de ordem socioambiental. Por outro lado, algumas práticas recentes indicam a retomada da dimensão regional que havia se perdido durante os anos 1980 e 1990. No entanto, há uma evidente dificuldade de articulação entre essa escala mais abrangente vinculada na atualidade principalmente à questão ambiental e a local. A partir da constatação da importância de que a escala da região seja incorporada ao planejamento, como alternativa para a construção de um olhar mais complexo, é apresentado um percurso que propõe potencial associação entre Planejamento Regional e Paisagem, campos de conhecimento que demonstram interações fundamentais ao longo da historiografia nacional e internacional. A pesquisa busca, em um primeiro momento, empreender esse resgate histórico, compreendendo o surgimento do Planejamento Regional nos Estados Unidos e sua difusão para outros países, chegando ao Brasil. Para melhor entendimento de como as questões da região e da paisagem estiveram presentes ou ausentes nas práticas de planejamento brasileiro, define-se um recorte de estudo para os municípios de São Carlos e Araraquara, cidades médias do interior paulista que configuram relevância regional. A segunda parte do trabalho desenha-se a partir de estratégias metodológicas de planejamento regional com a paisagem, uma delas voltada à dimensão ecológica e a outra com abordagem sensorial. Pretende-se iluminar alternativas capazes de associar diferentes escalas em um cenário desarticulado de planejamento vigente no Brasil, apostando que essa articulação possa ocorrer a partir da Paisagem. A busca justifica-se pelas demandas contemporâneas de práticas mais sustentáveis, que garantam um desenvolvimento em equilíbrio com os princípios ambientais, sociais e culturais.
Título em inglês
Plan with Landscape: historiographical and contemporary reflections about the region
Palavras-chave em inglês
Landscape
Region
Regional planning
Resumo em inglês
The planning that is currently taking place in Brazil finds difficulties in establishing articulation between its scales. On the one hand, the plan that faces the force of law is the one of municipal authority, through the Master Plan - mostly always focused on urban areas and urban expansion over rural areas -, a condition that generates many social and environmental impacts. On the other hand, some recent practices indicate the resumption of the regional dimension that had been lost during the 1980s and 1990s. However, there is an evident difficulty in articulating this more comprehensive scale - mainly linked to the environmental issue - and the local one. As an alternative to build a more complex view, here is proposed a potential association between Regional Planning and Landscape, fields of knowledge that demonstrate fundamental interactions in national and international historiography. The research seeks, in the first moment, to undertake this historical rescue, understanding how the Regional Planning arose in the United States and how it expanded to other countries, arriving in Brazil. In order to better understand how regional and landscape issues were present or absent in brazilian planning practices, a study cut is defined for São Carlos and Araraquara, medium-sized cities in São Paulo interior, with regional relevance. The second part of the work is drawn from methodological strategies of regional planning with landscape, one focused on the ecological dimension and the other with a sensorial approach. It is intended to bring alternatives capable of associating different scales in a disconnected planning scenario in Brazil, expectating that this articulation can occur from Landscape. The search is justified by contemporary demands for more sustainable practices, which guarantee development in harmony with environmental, social and cultural principles.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-11-26
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.