• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.109.2020.tde-29112019-122600
Documento
Autor
Nome completo
Karine Pereira Rodrigues
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2019
Orientador
Banca examinadora
Júnior, Carlos Roberto Bueno (Presidente)
Moriguti, Julio Cesar
Papoti, Marcelo
Raiz, Luciana Moreira Motta
Título em português
Treinamento combinado versus multicomponente em parâmetros de saúde de mulheres de 50 a 75 anos: associação com variantes genéticas
Palavras-chave em português
Capacidades físicas
Envelhecimento
Polimorfismos genéticos
Treinamento combinado
Treinamento multicomponente
Resumo em português
O objetivo geral desse estudo foi comparar os efeitos do treinamento combinado versus treinamento multicomponente em capacidades físicas e funcionais e avaliar a possível associação com polimorfismos genéticos (ECA e ACTN3) em mulheres de 50 a 75 anos fisicamente ativas. As participantes foram distribuídas aleatoriamente em dois grupos de treinamento (multicomponente e combinado) e avaliadas antes e após 14 semanas de treinamento quanto ao nível de atividade física, medidas antropométricas, pressão arterial, composição corporal, força muscular, aptidão cardiorrespiratória, coordenação, flexibilidade, agilidade, qualidade de vida, análises sanguíneas e variantes genéticas. Observamos que ambos treinamentos foram efetivos na melhora das capacidades físicas e funcionais em 14 semanas de treinamento em mulheres de 50 a 75 anos, no entanto apenas TC foi capaz de melhorar agilidade e capacidade cardiorrespiratória. Em relação às análises genéticas foram observadas associações do polimorfismo da ECA e da ACTN3 com parte das variáveis analisadas (medidas antropométricas, pressão sanguínea, capacidades físicas e qualidade de vida) em ambos modelos de treinamento físico. Foi observada, por exemplo, melhora da capacidade cardiorrespiratória apenas no TC, tanto para o polimorfismo da ECA em ambos os genótipos, quanto para o polimorfismo da ACTN3 nas mulheres com genótipos TT+TC, que também foi o único grupo a apresentar melhora no teste de força muscular no TM. Em conclusão, 14 semanas de TC foram mais eficientes para melhorar capacidades físicas em mulheres fisicamente ativas com idade entre 50-75 anos e também foi encontrada associação dos polimorfismos da ECA e da ACTN3 com parte dos parâmetros de saúde das participantes do estudo
Título em inglês
Combined versus multicomponent training in health parameters of women 50 to 75 years: genetic combinations
Palavras-chave em inglês
Capacidades físicas
Envelhecimento
Polimorfismos genéticos
Treinamento combinado
Treinamento multicomponente
Resumo em inglês
The overall objective of this study was to compare the effects of combined versus multicomponent training on physical and functional abilities and to evaluate the possible association with genetic polymorphisms (ACE and ACTN3) in physically active women aged 50 to 75 years. Participants were randomly assigned to two training groups (multicomponent and combined) and assessed before and after 14 weeks of training for physical activity level, anthropometric measurements, blood pressure, body composition, muscle strength, cardiorespiratory fitness, coordination, flexibility, agility, quality of life, blood tests and genetic variants. We observed that both trainings were effective in improving physical and functional capacities in 14 weeks of training in women aged 50 to 75 years, however only CT was able to improve agility and cardiorespiratory capacity. Regarding genetic analyzes, associations of ACE and ACTN3 polymorphism were observed with part of the analyzed variables (anthropometric measurements, blood pressure, physical capacity and quality of life) in both physical training models. For example, an improvement in cardiorespiratory capacity was observed only at CT, both for ACE polymorphism in both genotypes and for ACTN3 polymorphism in women with TT + CT genotypes, which was also the only group to show improvement in the test of muscle strength in the TM. In conclusion, 14 weeks of CT were more efficient in improving physical capacity in physically active women aged 50-75 years, and an association of ACE and ACTN3 polymorphisms with part of the health parameters of the study participants was also found
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Primeira.pdf (648.99 Kbytes)
Data de Publicação
2020-01-28
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.