• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
https://doi.org/10.11606/T.11.1971.tde-20230818-145308
Documento
Autor
Nome completo
Gilberto Casadei de Batista
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 1971
Orientador
Título em português
Determinação do período crítico de ataque do tripes Enneothrips (Enneothripiella) flavens Mouton,1941 (Thysanoptera-Thripidae) no amendoim, Arachis hypogeae L. em cultura “das águas”, e efeito de inseticidas sistêmicos no seu controle
Palavras-chave em português
AMENDOIM
INSETICIDAS SISTÊMICOS
TRIPES
Resumo em português
Dada a grande importância do tripes Enneothrips flavens Moulton, 1941, como praga da cultura do amendoinzeiro, Arachis hypogeae L., no Estado de São Paulo, é que este estudo do problema foi feito, envolvendo a determinação de níveis populacionais da praga através de levantamentos periódicos de infestação, bem como, os efeitos de inseticidas sobre a praga, e, ainda; os efeitos do inseto sobre a produção do amendoim. Tomando-se por base a cultura do amendoim “das águas”, os principais objetivos do trabalho foram os seguintes: determinar o estágio de crescimento vegetativo da planta no que mais suscetível era ela ao ataque do inseto; observar o efeito de inseticidas sistêmicos e não-sistêmicos no seu controle; e estudar a absorção de inseticidas sistêmicos em dois tipos de solo diferentes para o controle da praga. Os experimentos foram realizados em solo latosolo (argiloso) e em solo podzólico (arenoso). A variedade de amendoim usada foi a Tatu. A praga causou redução de produção de, aproximadamente 29 a 75%. A aplicação de 6 ou mais pulverizações da mistura de parathion metílico a 0,06% com DDT a 0,24% (princípio ativo), em intervalos semanais a partir de 17 dias após a germinação, causou fitotoxicidade com consequente redução de produção da ordem de, aproximadamente, 31 a 43%. O inseticida sistêmico aldicarb (granulado a 10%) em dosagens de 1,5 ou 3,0 g/m de sulco comportou-se melhor em solo podzólico do que no latosolo, com um poder residual de 52 a 59 dias. Os inseticidas sistêmicos Aphidan (granulado a 5%) e phorate (granulado a 5%) em ambas as dosagens 3,0 ou 6,0 g/m de sulco, aparentemente comportaram-se melhor no solo latoso com um poder residual de 44 a 51 dias. O período crítico de suscetibilidade das plantas ao ataque do tripes parece ser desde o período de seu aparecimento inicial até, aproximadamente, 60 dias depois da germinação das sementes. Quanto mais cedo, durante o período de suscetibilidade, os picos de populações pesadas ocorrem, será mais séria a perda resultante de produção. Durante o período de suscetibilidade da planta a época do início de aparecimento do tripes depende grandemente da população da praga na área, quando são semeadas as sementes. Quanto maior for a população inicial na área, a infestação ocorrerá mais cedo (pouco antes de 24 dias), e mais séria será a infestação. Assim, a melhor época de plantio para o amendoim “das águas” é a mais cedo possível dentro do período recomendado. No solo latosolo o efeito de dosagem dobrada no controle da praga é melhor do que dosagem simples para os inseticidas sistêmicos granulados disulfoton a 2,5% (6,0 ou 12,0 g/m de sulco) e phorate, sob condições relativamente moderadas de ataque. Nestas condições, a duração do poder residual dos inseticidas é de, aproximadamente, 65 e 45 dias respectivamente. O efeito de dosagem dobrada ou simples é, praticamente o mesmo para os inseticidas Aphidan e phorate, sob condições relativamente agudas de ataque, em ambos os tipos de solo estudados. O inseticida aldicarb, nas mesmas condições, em solo latosolo comportou-se de maneira semelhante ao Aphidan e phorate. Para os 3 inseticidas, a duração do poder residual é de, aproximadamente, 45 dias em solo latossolo.
Título em inglês
Not available
Resumo em inglês
Because of the great importance of the thrips, Enneothrips flavens Moulton, 1941, as an insect pest of peanuts, Arachis hypogeae L., in São Paulo State, a study of the problem was initiated. The study involved the determination of populational levels of the pest through periodical counts, the effects of insecticides on the pest and the effects of the insect on yield of peanuts. The main goals of the research were the following: to determine the stage of vegetative growth of the plant at which it was most susceptible to attack by the insect; to observe the effect of systemic and non-systemic insecticides on control of the pest; and to study the absorption of systemic insecticides in two different soil types to the control of the pest, during the wet season. The experiments were performed in latosolic (clay) and podzolic soil (sandy). The variety of peanut was Tatu. The insect caused yield reduction of from 29 to 75%. The application of 6 or more sprays of the mixture 0,06% methyl parathion plus 0,24% DDT (active ingredient) at weekly intervals beginning 17 days after germination caused phytotoxicity and resultant reduction in yield of 31 to 43%. The systemic insecticide aldicarb (10%granules) in dosages of 1.5 or 3.0 g/m of furrow performed better in podzolic soil than in latosolic soil, with a residual action of 52 to 59 days. The systemic insecticides Aphidan (5% granules) and phorate (5% granules) in both dosages of 3.0 or 6.0 g/m of furrow, apparently performed better in latosolic soil, with a residual action of 44 to 51 days. The critical period of susceptibility of the plants to thrips attack seems to be from the time of the first appearance of the thrips until approximately 60 days after seed germination. The sooner during susceptible period of attack that heavy population peaks occur, the more serious will be the resultant loss of yield. The time during the susceptible period of the plant that the thrips first appear depends greatly on the pest population in the area when seeds are sown. The higher the initial population in the area is, the sooner the infestation will occur (right before 24 days) and the more serious the infestation will be. Thus, the best time to plant peanuts during the wet season is as soon as possible within the recommended period for planting. In the latosolic soil the effect of double dosage on pest control is better than single dosage of the 2.5% granulated systemic insecticide disulfoton (6.0 or 12.0 g/m of furrow) and phorate, under relatively moderate conditions of attack. In these conditions the duration of residual action of the insecticides is approximately 65 and 45 days respectively. The effect of double or single dosage is practically the same with the insecticides Aphidan and phorate, under relatively acute conditions of attack, in both soil types studied. The insecticide aldicarb under the same conditions in the latosolic type behaved the same as Aphidan and phorate. For all three insecticides the duration of the residual action is approximately 45 days in latosolic soil.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2023-08-18
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2024. Todos os direitos reservados.