• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.11.2010.tde-23062010-093056
Documento
Autor
Nome completo
Natalia Risi
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2010
Orientador
Banca examinadora
Miranda, Késia Oliveira da Silva (Presidente)
Moraes, Sergio Oliveira
Titto, Evaldo Antonio Lencioni
Título em português
Uso da vocalização como indicador patológico em leitões na fase de maternidade
Palavras-chave em português
Artrite
Bioacústica
Saúde animal
Suínos
Vocalização animal.
Resumo em português
O estudo da vocalização em animais de produção tem sido uma metodologia amplamente utilizada para avaliar as condições de bem-estar às quais os animais são submetidos. Diante disto, é importante tentar estabelecer novos métodos de identificação do quadro sanitário dos animais, na tentativa de melhorar a qualidade de vida dos mesmos. O presente trabalho tem, como objetivo principal, comparar as características acústicas presentes na vocalização de leitões com artrite e sadios durante a fase de maternidade. Algumas observações mais específicas também foram avaliadas envolvendo a variação da vocalização frente diferentes níveis de lesões proporcionadas pela artrite; a relação de parâmetros inerentes aos animais, tais como peso, idade, gênero e a influência da temperatura do ambiente na vocalização dos mesmos. O experimento foi desenvolvido na fase de maternidade em uma granja comercial de suínos. Durante o processo de aquisição de dados foram utilizados 123 leitões com idades entre 5 e 21 dias de vida; dentre estes, 60 eram animais artríticos e 63 sadios. Todos os animais selecionados foram submetidos a uma análise clínica prévia e a um processo de apreensão manual capaz de estimular a emissão de vocalização. Um microfone digital diretivo foi utilizado para realizar o registro dos sons emitidos por animais diagnosticados positivos bem como o dos negativos. A medida da temperatura ambiental foi feito por um dattalogger posicionado no centro geométrico do galpão. Os níveis de lesões nos animais com artrite foram analisados clinicamente e separados em lesões leves, moderadas e intensas. As chamadas foram editadas pelo software Audacity® versão 1.3 Beta e analisadas pelo software PRAAT®, capaz de fornecer os parâmetros envolvidos no espectro sonoro dos sinais, tais como a duração (s), frequência fundamental (Hz), intensidade sonora (dB) e quatro níveis de formantes (Hz). Os dados foram submetidos à analise de variância (GLM) e teste de significância entre as médias (Tukey). A partir destas medidas do sinal sonoro foi possível verificar que as vocalizações emitidas por leitões com artrite diferiram das vocalizações emitidas por leitões sadios em fase de maternidade, principalmente pelos menores valores médios encontrados na duração das chamadas, intensidade sonora, primeira e segunda formantes presentes na vocalização de animais com artrite. Os resultados relacionados aos níveis de lesão revelaram que os valores médios da intensidade sonora, frequência fundamental, primeira e segunda formantes diminuiram à medida que o nível de lesão aumentou. Para os animais sadios envolvidos no estudo, encontraram-se diferenças significativas em muitas variáveis acústicas presentes na vocalização de animais apresentando diferentes idades, pesos (Kg), gênero e condições fisiológicas em função da temperatura do ar.
Título em inglês
Vocalization as an indicator of piglet's disease in farrowing
Palavras-chave em inglês
Animal health
Animal vocalization.
Arthritis
Bioacoustics
Swine
Resumo em inglês
The vocalizations study in farm animals has been a methodology used to assess the conditions of welfare which animals are subjected. In front of this, it is important to try to establish new methods to identifying the health situation of animals in an attempt to improve the quality of life for them. The purpose of this study was to analyze the acoustic features of vocalizations piglets vocalization in two different conditions: arthritis and healthy animals during farrowing house. Some specific comments were also evaluated involving calls variation in front of different levels of injuries provided by arthritis; the relation of animals parameters such as weight, age, sex and the influence of environmental temperature. The experiment was conducted in farrowing stage in a commercial farm pigs. During the process of data acquisition, 123 piglets aged between 5 and 21 days of life were used. Sixty were with arthritis and 63 were healthy. All animals selected were submitted to a previous clinical examination and handled to stimulate the emission of vocalization. A steering digital microphone was used for recording the sounds. Measures of ambient temperature were done by a dattalogger positioned at the geometric center of the shed. The levels of lesions in animals with arthritis were clinically analyzed and separated into light, moderate and intense injuries. After sound record, they were quantified as body weight, sex and age. Calls were issued by Audacity® software version 1.3 Beta and analyzed by software PRAAT®, which can provide parameters involved in the sound spectrum of the signals, such as duration (s), fundamental frequency (Hz), loudness (dB) four levels of formants (Hz). The data were submitted to analysis of variance (GLM) and test of significance between means (Tukey). From these measures sound signal was also observed that the vocalizations emitted by piglets differed from arthritis vocalizations emitted by healthy piglets being motherhood, especially by low values found in the average call duration, loudness, first and second formants present in vocalization of animals with arthritis. The results related to the level of injury revealed that the mean values of sound intensity, fundamental frequency, first and second formants were reduced as the level of injury increased. For healthy animals in the study, we found significant differences in many variables present in the acoustic vocalizations of animals with different ages, weights (kg), gender and physiological conditions as a function of air temperature.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Natalia_Risi.pdf (3.63 Mbytes)
Data de Publicação
2010-06-29
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.