• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Disertación de Maestría
DOI
10.11606/D.11.2002.tde-03022003-144416
Documento
Autor
Nombre completo
Daniel Yokoyama Sonoda
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
Piracicaba, 2002
Director
Tribunal
Shirota, Ricardo (Presidente)
Cyrino, Jose Eurico Possebon
Scorvo Filho, João Donato
Título en portugués
Análise econômica de sistemas alternativos de produção de tilápias em tanques rede para diferentes mercados.
Palabras clave en portugués
comércio exterior
indústria pesqueira
mercado interno
produção (economia)
tilápia
viabilidade econômica
Resumen en portugués
Os dados referentes ao setor pesqueiro no Brasil e no mundo mostram que tal recurso natural está bem próximo do limite máximo de exploração. A produção mundial de peixes, no entanto, continua apresentando contínuo crescimento. Este aumento tem sido obtido graças ao crescimento da aqüicultura que vem se mostrando a melhor alternativa para suprir a estagnação da produção pesqueira de captura. No Brasil, o quadro é bastante semelhante, pois nos últimos 20 anos a produção pesqueira nacional reduz sensivelmente. A redução só não é maior, graças ao crescimento gradativo da aqüicultura no País. Atualmente ela é responsável por 19% da produção nacional de pescados. A Região Sul e o Estado de São Paulo respondem por 71% dessa produção. Nestes Estados a criação de peixes de água doce, desenvolveu-se em função de uma atividade de lazer relacionada à pesca esportiva denominada pesque pague. Nos últimos anos, porém, a concorrência entre os piscicultores tem trazido dificuldades na comercialização junto a estes estabelecimentos. Dentre as principais dificuldades estão a redução dos preços pagos aos peixes e excessiva demora na colocação do produto no mercado. Estes fatos estão fazendo com que os piscicultores busquem alternativas para a colocação de seus peixes. Uma alternativa de mercado para este caso seria o mercados de peixes para alimentação. Porém nesse mercado existe a concorrência com os peixes da pesca extrativa. Ele é predominantemente dominado pela pesca extrativa que além de possuir maior dimensão, possui um número muito maior de espécies e já possui mercado cativo. Assim, este trabalho tem como objetivo geral estudar a viabilidade econômica, do sistema atual de produção da tilápia, visando mercados alternativos à comercialização junto a pesque-pagues e de produtos processados. A partir dos resultados obtidos, são analisadas algumas alternativas tecnológicas no sistema de produção atual, buscando identificar aquela que proporciona maior rentabilidade. Além das adaptações dentro do sistema produtivo atual, o trabalho estuda o no sistema agroindustrial (SAG) da tilápia em um novo conceito de sistema de produção. Os resultados obtidos mostram que a biomassa econômica para a densidade de 236,3 peixes/m 3 foi de 173,66 kg/m 3 o que equivale a uma média de peso de 735 g/peixe. Observou-se também o peso inicial que maximiza a rentabilidade é de 280g ao preço de R$2,00/kg. Em seguida foram feitas análises de risco para três situações distintas: venda de peixes com peso médio superior ao indicado pela biomassa econômica; pesos de alevinos/juvenis distintos; e, simulação de uma situação de exportação. No primeiro caso verificou-se que, ao se trabalhar com uma biomassa superior a da econômica, os riscos de insucesso do projeto se elevam mais do que quando se trabalha com uma biomassa inferior à econômica. No segundo, ao se iniciar o ciclo de produção com peixes de 280 g, a probabilidade de se elevar a rentabilidade do projeto são superiores aos de se iniciar com peixes de 10 g. Finalmente, o estudo indica que no mercado internacional os riscos de insucesso são bastante semelhantes ao do mercado interno.
Título en inglés
Economic analysis of alternative sistems of tilapia production in cage for differents markets.
Palabras clave en inglés
domestic market
economic viability
fish industry
international trade
production
trade
Resumen en inglés
Recent data about the situation of fisheries in the World and in Brazil indicate some evidences that this resource is near to its maximum level of extraction capacity. However, the World fish production is in continuously increasing. Its growth has been supported by the increasing by aquaculture production, which seems to be the best alternative to the stagnation of fishery production. In Brazil, in the last 20 year, the situation has been very similar. The increase in aquaculture has compensated the reduction of fishery production, which is now responsible for 20% of the national fish production. The South Region and São Paulo State concentrate 71% of the national aquatic organisms production. The fresh water aquaculture in these States developed to attend the demand of live fish from the sportive fishing activity denominated "catch-and-pay". Recently, the increase in production and the competition between the fish farmers created some commercial troubles. Low prices and lack of demand are some of them. These kinds of obstacles have motivated the fish farmer to look for other market alternatives. The first one is the food market. However, the competition here is very hard from commercial fishing industry. They have large volumes and number of species and the consumers are used to them. Thus, this studies objectives is to economically evaluate the production of tilápia for market alternatives like the "catch-and-pay" and the processing industry. Also, analyze it some technological alternatives to the actual system of tilapia production looking for one that gives the highest profit. The proposal of the study is to suggest news concepts of tilapias production systems. The results show that for the system that uses 236,3 fish/m 3 , the economic biomass was 176,66 kg/m 3, with a medium weight of 735 g per fish. After that, different sizes of fingerlings were analyzed. It was found that the size that maximized the profit is 280 g per fish. The risk was estimated for 3 different cases: production until the biomass higher than highest profit; start the production with different sizes of fingerlings; and finally tilapias for exportation. In the first case, if the production is kept until biomass becomes higher than the economic one, the risk of loses is higher than if the farmer sell the fish at biomass lower than the economic. The probability of obtain higher profits is greater if the production starts with larger fingerlings (280 g versus 10 g). And, the probabilities of losses in the international market are similar to the domestic "catch-and-pay" market.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
daniel.pdf (379.14 Kbytes)
Fecha de Publicación
2003-02-06
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2020. Todos los derechos reservados.