• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Disertación de Maestría
DOI
10.11606/D.11.2017.tde-09082017-143748
Documento
Autor
Nombre completo
Pedro Henrique de Abreu Paiva
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
Piracicaba, 2017
Director
Tribunal
Bacha, Carlos Jose Caetano (Presidente)
Castro, Eduardo Rodrigues de
Regazzini, Leonardo Coviello
Vian, Carlos Eduardo de Freitas
Título en portugués
Evolução e determinantes da participação da agropecuária no PIB dos países da América do Sul no período de 1960 a 2014
Palabras clave en portugués
Crescimento econômico
Importância da agropecuária
PIB
Vantagens comparativas
Resumen en portugués
O presente trabalho tem como objetivo analisar a evolução e os determinantes participação da agropecuária nos países da América do Sul (Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, Guiana, Paraguai, Peru, Suriname, Uruguai e Venezuela) no período de 1960 até 2014, com foco nos anos a partir de 1990. Buscou-se avaliar por meio de modelos econométricos os determinantes da participação da agropecuária no crescimento econômico desses países de 1990 até 2014. Para tanto, considerou-se as vantagens comparativas dos países sul-americanos, levando em conta a disponibilidade de terras e a formação geológica desses países. A disponibilidade de capital e trabalho, outros fatores de produção além das terras, também foram incluídas na análise da evolução do setor agropecuário nos países supracitados. Analisou-se também a produção e balança comercial agrícola e pecuária desses países, importantes variáveis macroeconômicas de desempenho da atividade agropecuária. Outro ponto importante do trabalho é a comparação entre os dados de participação da renda de mineração e petróleo no PIB dos países da América do Sul com a participação da agropecuária nesse PIB, dando atenção especial à análise dessas participações na primeira década dos anos 2000. Os resultados obtidos na dissertação mostram que a Argentina, o Brasil, o Paraguai e o Uruguai (considerados como primeiro grupo) possuem inclinação para o setor agropecuário, apesar de que os dois primeiros países citados nesse grupo apresentarem relevante participação da mineração e do petróleo na renda desses países. Por outro lado, a Bolívia, o Chile, a Colômbia, o Equador, a Guiana, o Peru, o Suriname e a Venezuela, apresentaram aumento da participação dos setores de mineração e/ou petróleo em seus PIBs após os anos de 2000 e queda após a crise de 2008. Por fim, as regressões econométricas desenvolvidas comprovam que a participação da agropecuária no PIB dos países da América do Sul (com exceção da Argentina, da Guiana, do Suriname e da Venezuela) depende positivamente da relação entre preços agropecuários e preços não agropecuários. Há indícios de que essa relação depende inversamente da produtividade do setor industrial e positivamente da própria produtividade do setor agropecuário.
Título en inglés
Evolution and determinants of agriculture's contribution to GDP of the South American countries from 1960 to 2014
Palabras clave en inglés
Agricultural importance
comparative advantages
Economic growth
GDP
South America
Resumen en inglés
The purpose of this study is to analyze the evolution of agriculture in the countries of South America (Argentina, Bolivia, Brazil, Chile, Colombia, Ecuador, Guyana, Paraguay, Peru, Suriname, Uruguay and Venezuela) after the 1960s until 2014, focusing on the years from 1990. We pursue to evaluate through econometric models the determinants of agriculture's contribution to economic growth in these countries from 1990 until 2014. It was analyzed the comparative advantages of the South American countries, considering the land resources and geological formation of the countries. The availability of the resources capital and labor, other factors of production in addition to the land, were also included in the analysis of the evolution of the agricultural sector in the countries mentioned above. Another topic of this research is the agricultural production, agricultural and livestock trade balance in these countries, relevant macroeconomic variables that measure the performance of agricultural activity. Another point of the study is the comparison between the participation of mining and oil income in the GDP of the South American countries with the participation of agriculture and livestock in this GDP, paying special attention to the analysis of these participations in the first decade of the 2000s. This analysis proves that Argentina, Brazil, Paraguay and Uruguay (considered as the first group) are inclined to the agricultural sector, although the first two countries mentioned in this group present a significant participation of mining and oil in the income Countries. On the other hand, Bolivia, Chile, Colombia, Ecuador, Guyana, Peru, Suriname and Venezuela showed an increase in the share of mining and / or petroleum sectors in their GDPs after the After the crisis of 2008. Finally, the developed econometric regressions show that the share of agriculture in GDP of South American countries (except Guyana, Suriname and Venezuela) depends on positively the relationship between agricultural prices and non-agricultural prices and the actual productivity of these sectors. There are indications of that this relationship depends inversely on the productivity of the industrial sector and positively on the productivity of the agricultural sector.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2017-08-15
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2020. Todos los derechos reservados.