• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Mémoire de Maîtrise
DOI
10.11606/D.11.2018.tde-20181127-155819
Document
Auteur
Nom complet
Felipe Bertinatto Pelizari Pacheco
Unité de l'USP
Domain de Connaissance
Date de Soutenance
Editeur
Piracicaba, 2000
Directeur
Titre en portugais
Análise das operações de hedging em mercados futuros: o caso do café arábica no Brasil
Mots-clés en portugais
CAFÉ
HEDGING
PREÇO AGRÍCOLA
Resumé en portugais
No que diz respeito aos mercados futuros agrícolas, a coisa mais importante para os agentes envolvidos nesses mercados é conhecer o comportamento entre os preços no mercado disponível e os preços futuros. Afim de minimizar o risco de preço, o agente pode utilizar vários instrumentos para administrá-lo. As alternativas mais importantes para minimizar esse tipo de risco são: o mercado de opções, o mercado a termo e o mercado futuro, o qual é objeto deste estudo. O café é uma mercadoria muito importante no cenário mundial e seus preços são bastante voláteis. Desse modo, é relevante estudar o mercado futuro para esse produto e tentar entender o comportamento entre preços futuro e disponível do café afim de fornecer alguns parâmetros que possam auxiliar os"hedgers"a administrar suas posições no mercado futuro de café. Para implementar este estudo, 3 séries temporais de preços são estruturados para gerar inúmeras situações hipotéticas de hedge utilizando duas bolsas que negociam futuros de café no mundo. O mercado de café disponível no Brasil é utilizado como referência para comparar essas duas bolsas no que diz respeito à eficiência de hedge. Para medir a eficiência de hedge, é utilizado a regressão simples entre os preços em nível dos mercados disponível e futuro para cinco diferentes tipos de café do Brasil, os quais cobrem a maior parte da produção brasileira de café. Os resultados mostraram que existe uma estreita relação entre os preços futuro e disponível, mas, para o autor, alguns fatores afetaram a formação de preços do café no Brasil, possivelmente causada pelos altos níveis de inflação observados no período em estudo. Mesmo assim, alguns resultados importantes mostram que a Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F) é mais eficiente para o hedge de produtores brasileiros do que a Bolsa de Nova lorque (CSCE). É importante ressaltar que as duas bolsas negociam diferentes padrões de café. Sendo assim, a BM&F possui um padrão de café para a entrega mais adequado aos produtores brasileiros de café. Além do mais, muito do risco de preço pode ser reduzido com a utilização do mercado futuro para a realização do hedge. No caso da BM&F, a eficiência de hedge pode variar de 87 a 95% na maior parte dos casos, onde a média é de 90% quando é utilizado a razão de hedge determinada nesse estudo. Os resultados também mostraram que a razão de hedge média para a BM&F é cerca de 30% maior quando comparada a Bolsa de Nova lorque (CSCE). Em alguns casos, essa diferença pode chegar a 50%.
Titre en anglais
not available
Resumé en anglais
not available
 
AVERTISSEMENT - Regarde ce document est soumise à votre acceptation des conditions d'utilisation suivantes:
Ce document est uniquement à des fins privées pour la recherche et l'enseignement. Reproduction à des fins commerciales est interdite. Cette droits couvrent l'ensemble des données sur ce document ainsi que son contenu. Toute utilisation ou de copie de ce document, en totalité ou en partie, doit inclure le nom de l'auteur.
Date de Publication
2018-11-27
 
AVERTISSEMENT: Apprenez ce que sont des œvres dérivées cliquant ici.
Tous droits de la thèse/dissertation appartiennent aux auteurs
CeTI-SC/STI
Bibliothèque Numérique de Thèses et Mémoires de l'USP. Copyright © 2001-2022. Tous droits réservés.