• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Master's Dissertation
DOI
10.11606/D.11.2018.tde-20181127-161648
Document
Author
Full name
Yaskara Max Raimundo
E-mail
Institute/School/College
Knowledge Area
Date of Defense
Published
Piracicaba, 2001
Supervisor
Title in Portuguese
Análise das exportações brasileiras de madeira serrada e painéis à base de madeira no período de 1961 a 1999
Keywords in Portuguese
EXPORTAÇÃO
INDÚSTRIA MADEIREIRA
MADEIRA SERRADA
PAINÉIS DE MADEIRA
Abstract in Portuguese
Este trabalho analisa o comportamento das exportações brasileiras de madeira serrada e painéis à base de madeira no período de 1961 a 1999. Para tanto, a evolução das indústrias de madeira serrada e painéis à base de madeira e a inserção do Brasil no mercado internacional desses produtos são analisadas. Em seguida, é especificado um modelo simultâneo de oferta e demanda de exportação para os seguintes produtos: madeira serrada de coníferas, madeira serrada de não coníferas e painéis à base de madeira. Os modelos de ajustamento do balanço de pagamentos e os trabalhos empíricos que tratam das exportações brasileiras de manufaturados são utilizados para auxiliar no processo de seleção das variáveis a serem incluídas nas equações. As exportações de madeira serrada de coníferas são estimadas em dois períodos distintos, quais sejam, 1961 a 1987 e 1988 a 1999. Isso se deu devido a uma quebra de tendência (testada estatisticamente por meio do ajustamento de uma poligonal) observada na evolução dessas exportações, resultado de mudanças importantes na composição da pauta de exportações de madeira serrada de coníferas. Porém, os resultados econométricos das equações de oferta e demanda de exportação de madeira serrada de não coníferas são satisfatórias. As estimativas das equações de oferta e demanda de exportação de madeira serrada de não coníferas são satisfatórias. A oferta de exportação se mostra sensível a variações de preços. A dificuldade de introdução de novas espécies no mercado internacional e as inúmeras restrições ambientais se refletem em baixa elasticidade-renda na equação de demanda e em um coeficiente negativo para a variável produção na equação de oferta. Os resultados encontrados para as exportações de painéis de madeira indicam uma oferta elástica com relação ao preço e bastante sensível com relação às flutuações no mercado interno. A baixa elasticidade-renda da demanda de exportação de painéis de madeira reflete a dificuldade de inserção do Brasil no mercado internacional desses produtos. O trabalho termina por concluir que tanto fatores de oferta quanto fatores de demanda foram importantes na determinação das exportações brasileiras de madeira serrada e painéis à base de madeira no período de 1961 a 1999. Assim, a hipótese do "país pequeno" e que, portanto, depara-se com uma função de demanda externa por suas exportações infinitamente preço-elástica não parece plausível.
Title in English
not available
Abstract in English
not available
 
WARNING - Viewing this document is conditioned on your acceptance of the following terms of use:
This document is only for private use for research and teaching activities. Reproduction for commercial use is forbidden. This rights cover the whole data about this document as well as its contents. Any uses or copies of this document in whole or in part must include the author's name.
Publishing Date
2018-11-27
 
WARNING: Learn what derived works are clicking here.
All rights of the thesis/dissertation are from the authors
CeTI-SC/STI
Digital Library of Theses and Dissertations of USP. Copyright © 2001-2022. All rights reserved.